Veículos e Tecnologia

Testamos o XC40 Recharge Pure Electric: brutalidade e segurança no primeiro carro 100% elétrico da Volvo no Brasil

17/09/21 03h44, atualizada em 01/10/21 16h42
XC40 Recharge Pure Electric

XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: André Lucena/Olhar Digital

O XC40 Recharge Pure Electric, primeiro carro 100% elétrico vendido pela Volvo no Brasil, é também um divisor de águas para a montadora sueca. A partir de agora, nenhum veículo da marca que tenha somente motor a combustão será vendido no Brasil.

A meta é ter 50% dos carros totalmente eletrificados por aqui até 2025. E os outros 50% híbridos, ou seja, com um motor movido a combustão e outro a eletricidade.

Assista ao review:

E foi com o XC40 Recharge Pure Electric, que custa R$ 389.950 e não tem opcionais, a minha primeira experiência com um carro totalmente elétrico. Os dois motores, um em cada eixo, garantem potência de 408 cavalos e fazem com que o SUV vá de 0 a 100 km/h em incríveis 4,9 segundos.

O torque instantâneo de 660 N.m (67,3 kgfm) é algo impressionante. Brutalidade pura! É um convite para quem gosta de pisar no acelerador e por isso a cautela é ainda mais necessária.

Leia mais:

Aliás, este é o carro mais rápido da Volvo (as retomadas violentas de velocidade na estrada que o digam) e o primeiro da marca a ter pneus diferentes, mais largos: 235mm na dianteira e 255mm na traseira. Isto faz com que a tração empurre ainda mais o SUV.

Vale lembrar que a montadora anunciou em maio de 2020 o plano de zerar as mortes de ocupantes dentro de seus veículos. Um dos mecanismos para isso foi limitar a velocidade máxima de seus modelos a 180 km/h.

XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: André Lucena/Olhar Digital

O torque é dividido igualitariamente nos dois eixos, o centro de gravidade é baixo e a torção da carroceria é mais firme.

Outro aspecto impressionante é a ausência de ruído. Os motores são completamente silenciosos e é preciso até dar uma buzinadinha para que as pessoas saibam que está vindo um carro em um estacionamento de supermercado, por exemplo.

O XC40 Recharge Pure Electric é muito seguro. Andei com ele de Porto Alegre a Osório, no interior do Rio Grande do Sul, debaixo de muita chuva. Apesar das inúmeras poças, inclusive na pista da esquerda da Freeway (BR-290), não sofri com aquaplanagem e a viagem seguiu bem.

Já no Parque Eólico Osório, local escolhido pela Volvo para o evento de lançamento para a imprensa do XC40 Recharge Pure Electric, testei o SUV em uma pista de terra. Como também estava molhada e pisei bastante no acelerador, o carro patinou e por pouco não estraguei o test-drive. Passado o susto, segui para o hotel onde fiquei hospedado em Santo Antônio da Patrulha.

Autonomia da bateria e instalação de Wallbox

Todo o trajeto, que se iniciou próximo ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, teve 154km. A bateria não chegou nem na metade. Segundo a montadora, a autonomia da bateria de 78 kWh é de 418km com uma única carga completa.

Como é um veículo plug-in elétrico, ele pode ser carregado em uma tomada convencional ou por meio de Wallbox. Este, inclusive, foi meu questionamento para os executivos da Volvo.

XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: André Lucena/Olhar Digital

Como fazer para que pessoas como eu, que moro em um edifício com algumas vagas compartilhadas e com assembleias complicadíssimas no que diz respeito ao entendimento entre os condôminos – imagino, aliás, que este seja o caso da maioria das pessoas que moram em prédios -, consigo instalar e utilizar um Wallbox sem grandes problemas?

A resposta veio através do diretor de marketing da Volvo Car Brasil, Rafael Ugo: “Realmente precisamos desconstruir o novo. As pessoas pensam que uma carga de bateria é cara, quando na verdade custa de R$ 7 a R$ 8, mais barato que usar um ferro de passar roupa. A Volvo vai começar a se comunicar com os administradores de condomínios através da Atom Services, que faz a instalação do Wallbox, para entender as dificuldades e explicar que o processo é super simples. Um engenheiro da Atom Services, inclusive, participará das assembleias”.

Wallbox do XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: Fabio Aro/Volvo

Em um Wallbox com corrente alternada (AC), a bateria fica 100% recarregada em até 7 horas. Já com corrente contínua (DC), a estimativa da montadora é que 80% da bateria fique recarregada em 40 minutos.

De acordo com Ugo, o Brasil tem 800 carregadores instalados em supermercados, restaurantes, shoppings, eletropostos, entre outros locais. A previsão é que este número seja elevado para 1.000 até o fim deste ano.

Os Wallboxes e as instalações dos mesmos foram gratuitos para os 450 compradores do XC40 Recharge Pure Electric na pré-venda da Volvo. Caso queiram um segundo Wallbox, para uma casa na praia, por exemplo, o valor é de R$ 8.950 sem a instalação.

O peso do pacote das baterias do SUV é de 500 kg. No total, o carro pesa 2.188 kg.

1. Bateria de alta tensão – O veículo contém uma bateria de alta tensão. A função da bateria de alta tensão é armazenar energia. Recebe energia carregando do circuito da rede principal ou através da frenagem regenerativa.
2. Bateria de 12 V – O veículo contém uma bateria de 12 V que inicia os sistemas elétricos do veículo e alimenta o equipamento elétrico no veículo.
3. Motores elétricos – O veículo contém dois motores elétricos que acionam o veículo e recuperam energia de frenagem para criar energia elétrica.

André Bassetto, diretor de produto e pós-vendas da Volvo Car Brasil, explicou que a média entre 25°C e 35°C é a ideal para a durabilidade da bateria. Em temperaturas entre -5°C e -10°C o radiador precisa aquecer para a bateria funcionar da maneira correta.

A medição da bateria é feita em percentual, assim como um celular, que não mostra em hora de uso. Quando está nos seus últimos 50km de autonomia o carro passa a indicar quantos quilômetros restam para o fim da bateria. Ao traçar uma rota, o veículo mostra a autonomia do carro em quilômetros.

Parceria com o Google

Um dos diferenciais do modelo é o inédito sistema operacional Google Automotive Services. Com ele, o motorista faz ligações, escolhe músicas, manda mensagens, liga e desliga o ar condicionado, entre outras ações. Tudo sem tirar as mãos do volante, usando apenas os recursos de reconhecimento de voz.

“Os clientes têm acesso a um amplo ecossistema de aplicativos nativos no carro via Google Play. Ou seja, eles instalam os aplicativos que quiserem, sem precisar de pareamento”, ressaltou Bassetto.

O Google Maps agora aparece em tela cheia. Antes era apenas na metade da tela. E o carro usa a antena amplificada e não o celular do usuário.

A internet fornecida pela operadora Claro é ilimitada por quatro anos, afirmou Bassetto.

Google Automotive Services no XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: Fabio Aro/Volvo

Segurança é um dos pontos fortes

Uma experiência muito bacana é o momento de ligar o veículo, que não tem o botão de partida. Basta entrar no carro com a chave e selecionar o câmbio na posição D que o SUV sai andando. Se o motorista ou o passageiro estiver sem o cinto de segurança, o painel avisa na mesma hora. Para desligar, basta apertar o botão P e sair do veículo.

A câmera 360 graus é um show à parte que, com o alerta de tráfego lateral (CTA) e com a frenagem automática, ajuda a evitar aquelas indesejadas raladinhas, principalmente quando estamos estacionando em locais apertados.

Câmera 360° do XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: André Lucena/Olhar Digital

O sistema de alerta de mudança de faixa (LKA) é muito bom para não deixar que o motorista invada a pista do lado. O volante dá um toque sutil ao “encostar” na faixa e recoloca o carro na direção correta.

O sistema de alerta de ponto cego (BLIS) e o City Safety, que reconhece pedestres, ciclistas e animais de grande porte e pode frear e até esterçar o volante para evitar ou minimizar uma colisão também reforçam a segurança do XC40 Recharge Pure Electric.

Assim como o Pilot Assist e Controle de cruzeiro adaptativo (ACC), que conta com sensores e câmeras que monitoram as faixas das vias e um sistema que comanda a aceleração e a frenagem auxiliando no deslocamento do carro.

No meu caso, que já dei um “totózinho” no carro da frente enquanto mexia no WhatsApp em um congestionamento, o recurso One Pedal Drive ajuda muito. Quando acionado, ele usa apenas o pedal do acelerador para andar e, ao ir tirando o pé, para ir freando. Além de útil, ajuda a regeneração de energia e amplia a autonomia do veículo.

Detalhes e espaço para bagagens

Além das cores na versão híbrida, o SUV agora é vendido também na Sage Green, exclusiva para o modelo elétrico. As grades de entrada de ar ao motor foram substituídas por um belo painel com o logo da Volvo Cars.

Os bancos são revestidos em microtech. Já o carpete, volante e painel possuem acabamento em Cutting Edge Aluminium. O revestimento de chão foi fabricado integralmente com plástico reciclável.

Interior do XC40 Recharge Pure Electric 3. Créditos: Fabio Aro/Volvo

O teto panorâmico elétrico é acionado com um simples toque. O carro conta com 4 entradas USB-C, duas na frente e duas ao lado do ar condicionado no banco de trás. São 13 alto-falantes 660kw da Harman Kardon com subwoofer do tipo “air-ventilated”. O som fica bastante potente.

As rodas de alumínio diamantadas são de 20 polegadas e contam com o TPMS (sistema de monitoramento de pressão dos pneus).

Roda do XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: André Lucena/Olhar Digital

Como não tem motor a combustão, o carro possui um compartimento de 31 litros na parte dianteira. Somados aos 413 litros do porta-malas, totalizam 444 litros.

Bagageiro frontal do XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: André Lucena/Olhar Digital

O porta-malas abre e fecha na função hands free, ou seja, basta estar com a chave na mão e passar o pé embaixo do compartimento para acioná-lo. O compartimento possui porta-sacolas e tampão dobrável.

Porta-malas do XC40 Recharge Pure Electric. Créditos: André Lucena/Olhar Digital

Não gostei da velocidade com que os vidros das janelas se movimentam. Poderiam ser mais rápidos.

Vale a pena comprar?

O preço é salgado, mas vale muito a pena, principalmente na economia a longo prazo e na questão da sustentabilidade. O XC40 Recharge Pure Electric é um veículo premium, com potência, segurança e conectividade.

Outro ponto positivo é que o SUV tem garantia de 3 anos, período em que conta com gratuidade nas revisões e no serviço Volvo OnCall. Além disso, são 8 anos de garantia da bateria.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Deixe sua opinião
Tags