A Pfizer pretende conseguir a liberação de sua vacina para bebês com mais de seis meses de idade nos Estados Unidos. O plano da farmacêutica é que a autorização aconteça até novembro desse ano. O anúncio foi feito na última quarta-feira (15) em uma entrevista do diretor financeiro da empresa, Frank D’Amelio.

Ao Financial Times, o executivo disse que a Pfizer realiza testes com bebês de seis meses a cinco anos e os estudos devem ser apresentados para a Food and Drug Administration (FDA), agência regulatória dos Estados Unidos, até novembro.

publicidade

Pfizer em bebês

“Vamos entrar com o pedido de autorização para crianças nessa faixa etária, algumas semanas depois de apresentarmos os dados sobre a aplicação para crianças de 5 a 11 anos”, disse para o jornal.

Ates disso, ainda em setembro, são esperados os resultados dos testes com crianças de cinco a 11 anos. Atualmente o imunizante possui liberação para jovens a partir de 12 anos de idade e esse grupo já é imunizado nos EUA.

Leia mais!

Na entrevista, o diretor explicou que em crianças a dose deve ser menor do que em adultos. Os bebês a partir seis meses devem tomar 3 microgramas da vacina da Pfizer, crianças de 6 a 11 anos vão tomar 10 micrograma. Adolescentes e adultos recebem a dose completa, com 30 microgramas.

Os testes, no entanto, ainda estão sendo realizados e ainda precisam ser constatadas algumas informações sobre, por exemplo, os efeitos colaterais do imunizante da Pfizer em crianças em bebês. Apenas após essa etapa o produto vai ter seu pedido de uso feito.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!