Novas especificações do iPhone 13 foram disponibilizadas na plataforma de benchmark AnTuTu. As informações confirmam o chip A15 Bionic como o processador mais rápido do mercado, além de revelar diferenças entre a arquitetura dos modelos iPhone 13 Mini e iPhone 13 Pro.

De acordo com a AnTuTu, tanto o iPhone 13 padrão quanto o iPhone 13 mini possuem GPU de quatro núcleos, enquanto os chips dos iPhone 13 Pro e Pro Max apresentam GPU de cinco núcleos, a diferença possivelmente está relacionada ao tamanho dos smartphones que deve exigir um processamento maior para as tarefas.

publicidade

Além disso, a plataforma destaca que o iPhone 13 Pro de 1TB com 6 GB de RAM e 1 TB de armazenamento atingiu a pontuação de 840.000, pontuação consideravelmente superior aos 574.155 pontos de desempenho do iPhone 12 Pro. Em aspectos comparativos, o Samsung Galaxy S21 Ultra tem pontuação de 646.482 pontos, enquanto o Xiaomi Mi 11 Pro tem pontuação de 812.335, o que torna iPhone 13 o smartphone mais rápido da atualidade.

Leia também

Desempenho do iPhone 13 contraria informações da Apple

Ainda de acordo com o relatório, o desempenho da GPU do iPhone 13 Pro não é tão superior ao iPhone 12 quanto a Apple destacou em sua apresentação. Ao invés da melhoria de 55% de desempenho prometida pela fabricante, o iPhone 13 atingiu uma média 19% maior que a do seu antecessor. Apesar da inconsistência, o resultado ainda é positivo.

Além disso, a CPU do iPhone 13 também apresentou um salto de 17% no desempenho em relação ao iPhone 12. O maior avanço do iPhone 13 Pro em relação aos seus antecessores está na memória do smartphone. Durante o teste, o dispositivo apresentou desempenho 44% superior ao iPhone 12. Embora a Apple não divulgue este tipo de informações, o resultado sugere que o iPhone 13 possa utilizar memórias LPDDR5 enquanto o iPhone 12 ainda utiliza as LPDDR4.

Especificações do iPhone 13 revelam A15 Bionic como o chip mais rápido da atualidade. Imagem: AnTuTu/GSM Arena
Especificações do iPhone 13 revelam A15 Bionic como o chip mais rápido da atualidade. Imagem: AnTuTu/GSM Arena

Chips de nova geração

A pontuação obtida pelo iPhone 13 serve como uma prévia do que está por vir na próxima geração de chips para smartphones, dando indícios do que o mercado pode aguardar para o desempenho dos vindouros Snapdragon 898 e Exynos 2200. A análise também indica revela que, apesar dos esforços, o Google segue atrás nesta corrida.

Recentemente, o chip Tensor – fabricado pela empresa para o novo Pixel 6 – que foi anunciado como um processador superior ao Snapdragon 888, teve desempenho próximo ao de smartphones intermediários.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!