O aguardado primeiro trailer de ‘God of War: Ragnarok‘ estreou no PlayStation Showcase gerando muita empolgação e, infelizmente, polêmicas desnecessárias. Além da controversa em relação ao visual de Thor – que não apareceu como um loiro de corpo estrutural igual ao ator Chris Hemsworth nos cinemas, alguns usuários nas redes sociais publicaram comentários racistas sobre a aparência da personagem Angrboda, apresentada na prévia como uma menina negra.

Publicações questionam a escalação da atriz Laya DeLeon Hayes para viver e emprestar o rosto para uma figura da cultura escandinava. Muitos usuários “puristas de Asgard” tentam justificar as críticas declarando que “não existem personagens negros na mitologia nórdica” e, portanto, a personagem deveria ser branca.

publicidade

Em um post recente no Twitter de uma cosplayer chamada Alanna Smith, ela mencionou o entusiasmo de fazer um cosplay de Angrboda em breve. Alguns usuários, porém, questionaram e causaram repercussão do entusiasmo dela, voltando a afirmar que “não existem negros na mitologia nórdica”.

god of war ragnarok Angrboda
‘God of War: Ragnarok’: diretor narrativo responde comentários racistas sobre Angrboda. Imagem: Santa Monica Studio/Divulgação

“Não entendo porque uma pessoa negra [está interpretando a personagem]?”, disse um usuário, no qual Smith respondeu com “porque negros existem”. Outra pessoa, então, comentou: “não na mitologia nórdica, senhora”. Aparentemente, a situação foi a gota d’água para Matt Sophos, diretor narrativo de ‘God of War: Ragnarok’, que respondeu o comentário desagradável de forma bem incisiva.

“Eles também têm anões azuis na mitologia nórdica? Loki era filho de um semideus grego? Por favor, mostre-me os Eddas onde diz que todos os Jötunn eram brancos como lírio? Deixe-me economizar seu tempo… você não pode. Eu os li”, declarou Sophos, encerrando a discussão.

Como o diretor narrativo do game deixa claro, ele estudou e analisou várias obras a respeito da mitologia nórdica, os deuses e heróis nórdicos – que não mencionam em nenhum momento que todos os Jotun são “brancos como lírio”, como dito em comentários racistas dos usuários. Sophos ainda lembrou que a figura de Loki foi apresentada em ‘God of War’ (2018) como o filho de um semideus grego, deixando clara a liberdade criativa mesmo em meio às referências.

De qualquer forma, Angrboda será uma importante adição à história de ‘God of War: Ragnarök’. Nas histórias da mitologia nórdica, a personagem é uma “giganta” e é conhecida por ser mãe dos filhos de Loki. Fãs do jogo, então, esperam que ela tenha algum tipo de relacionamento com Atreus, filho de Kratos – visto que o mesmo é a reencarnação do “Deus da Trapaça”.

‘God of War: Ragnarok’ e a polêmica dos personagens

Antes da polêmica desnecessária em relação à Angrboda, jogadores da franquia reclamaram excessivamente em relação ao visual de Thor no jogo.

A versão do game do “deus do trovão”, que será dublado pelo ator Ryan Hurst (mais conhecido pelos papéis em ‘Sons of Anarchy’ e ‘The Walking Dead’) ostenta uma barriga impressionante, com uma barba imponente para combinar. As reações dos fãs em relação ao personagem foram mistas, com alguns criticando o afastamento do estilo “galã e musculoso” conhecido no Universo Cinematográfico Marvel (MCU), enquanto outros elogiaram o design, afirmando que ele se assemelha muito às descrições dos contos nórdicos e, de fato, “parece um guerreiro viking”.

Eric Williams, o diretor de ‘God of War: Ragnarok’, precisou explicar em uma entrevista durante uma live após o anúncio do título que a aparência do “deus do Trovão” foi construída e baseada fielmente no conceito nórdico, que é completamente diferente do estilo Marvel.

thor god of war ragnarok
Thor em ‘God Of War: Ragnarok’; Imagem: Santa Monica Studios/Divulgação

Além de Thor e Angrboda, Williams também afirmou que o jogo quer inovar e apresentar um Odin diferente e “pouco ortodoxo”. O “pai de todos os Nove Reinos”, que deve ser o principal antagonista do game, será dublado por Richard Schiff (‘West Wing: Nos Bastidores do Poder’) e, segundo o diretor, será muito diferente do que estamos acostumados a ver em outras produções – como nos filmes de ‘Thor’, da Marvel.

God of War: Ragnarok‘ está em desenvolvimento para PlayStation 4 (PS4) e PlayStation 5 (PS5). A data de lançamento do jogo ainda não foi definida, mas deve ocorrer em algum momento de 2022.

Leia mais:

Fonte: Screenrant

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!