De acordo com os últimos dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), a variante Delta já é responsável por 99% dos casos de Covid-19 nos Estados Unidos. A relevância da variante, considerada mais contagiosa do que o vírus original, já havia sido ressaltada por uma cientista da OMS (Organização Mundial da Saúde) que afirmou que a cepa seria dominante globalmente.

Ainda segundo os dados da organização, apenas em junho, a Delta causou um pouco mais de 25% dos casos de Covid-19 no país, e sua linhagem é culpada por 99,4% entre as variantes de preocupação. 

publicidade

“Não é inesperado, porque é mais transmissível, mas também é um forte lembrete de que precisamos ter vigilância contínua”, disse a epidemiologista e professora assistente da George Mason University, na Virgínia, Dra. Saskia Popescu, ao The New York Times.

variante Delta da Covid-19
Covid-19: variante Delta já corresponde a 99% dos casos nos EUA, diz CDC. Créditos: Shutterstock

A especialista ressalta ainda a importância de manter as orientações de distanciamento, uso de máscara e vacinação, para tentar controlar o avanço da linhagem.

“Temos transmissão ocorrendo com exposição muito limitada e isso significa que, por exemplo, tempos sem máscara, quando você está fora e perto de outras pessoas, tornam-se um risco muito maior”, acrescentou.

Nos últimos meses, os Estados Unidos têm experimentado um aumento de casos de Covid-19 devido a variante Delta mesmo com a vacinação avançada, os registros acontecem principalmente entre as crianças. Na última semana de agosto, o país teve uma média de 330 crianças internadas nos hospitais diariamente e assim bateu o recorde de internações desse grupo.

Esse é justamente o público que ainda não foi vacinado, já que não há imunizantes liberados para menores de 12 anos até o momento.

“Estamos vendo mais crianças no hospital agora porque a variante Delta é mais facilmente transmissível entre todos, adultos e crianças “, explicou o principal imunologista dos EUA, Dr. Anthony Fauci.

Leia mais!

Variante Delta no Brasil

No Brasil, a variante já é responsável por 63% das infecções, segundo dados da Rede Corona-ômica, que monitora o coronavírus com membros do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

No final de agosto, foi registrada em São Paulo a primeira morte pela variante Delta. A paciente era uma mulher de 74 anos, que já havia sido vacinada e tinha comorbidades.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!