O Google é a ferramenta de pesquisa mais usada no mundo, no entanto, ela não está sozinha e a Mozilla passou a testar de forma silenciosa colocar o Microsoft Bing como padrão no Firefox, principal navegador da empresa. Por enquanto, isso ocorre apenas em testes, que atingem cerca de 1% dos usuários do navegador.

Essa mudança não é simples, já que o buscador padrão de um navegador não é só uma escolha e sim um contrato. Empresas como o Google pagam fortunas para os navegadores adotarem seu site como padrão na hora que alguém digitar algo na barra de buscas.

publicidade

No caso do Firefox, o contrato com o Google é válido até 2023 e é uma das principais fontes de renda do navegador da Mozilla. No entanto, esse acordo varia em alguns mercados. Na China, por exemplo, em que muitos sites são restritos, o Baidu é o buscador padrão do Firefox.

Google no Firefox

Apesar dos testes, ainda não há indicativos de que o contrato entre o Google e a Mozilla não via ser renovado para o Firefox. O buscador é responsável por 90% das procuras na internet, seguido pelo Bing, que possui uma fatia de apenas 2,48% do mercado.

Em nota, a Mozilla disse apenas que a mudança no Firefox para alguns usuários é apenas um teste e disse que é possível voltar para o Google nas configurações. “Como parte da otimização da experiência do Firefox, realizamos estudos regularmente. No momento, estamos realizando um estudo que pode fazer com que alguns usuários percebam que seu mecanismo de pesquisa padrão foi alterado. Para voltar ao mecanismo de pesquisa de sua escolha, os usuários podem seguir estas etapas”, explicou a empresa.

A Mozilla vem desenvolvendo novas estratégias de curadoria de conteúdo no Firefox, que vão além do Google. Recentemente a empresa apresentou o Firefox Suggest, que sugere páginas para o usuário acessar com base em seus gostos e procuras, esse modo também pode incluir conteúdo patrocinado.

Leia também:

Via TechRadar

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!