Adolescentes menores de 14 anos que quiserem usar o TikTok na China vão ter que se contentar em acessar o aplicativo apenas durante 40 minutos por dia. E o horário também é restrito: entre dez horas da noite e seis da manhã, nada de acesso para os mais jovens.

A regra foi adotada pela ByteDance, dona da rede social, e só vai ser aplicada para os usuários chineses. Lá o TikTok se chama Douyin, e segue regras diferentes do resto do mundo.

publicidade

A nova lei pode até agradar pais mais preocupados com o uso irrestrito das redes sociais, mas existem obstáculos para que a restrição funcione. A empresa reconhece que os usuários mais jovens podem burlar o controle de idade, simplesmente se declarando ter mais idade.

Mesmo assim, afirma que está tentando encontrar maneiras de impedir que isso ocorra. Desde o ano passado, a verificação de idade dos usuários no país asiático pode ser feita com um documento oficial.

Essa não é a única restrição importa pelo governo chinês para os menores de 14 anos. No começo de setembro foi limitado o uso de jogos eletrônicos. Agora, esse público só pode jogar por até três horas por semana, sendo entre 8 e 9 horas da noite na sexta-feira, aos fins de semana e feriados.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!