Na busca pelas origens da Covid-19 pesquisadores encontraram amostras de vírus semelhantes ao da SARS-CoV2 em morcegos no Laos, país do sudoeste asiático. A descoberta foi feita por pesquisadores do Instituto Pasteur de Paris, na França, e publicada na Research Square, na última quarta-feira (22).

O estudo ainda está disponível de forma preliminar e precisa passar por revisões. Os pesquisadores começaram a expedição no país para tentar encontrar pistas sobre o surgimento da Covid-19. As amostras foram colhidas de várias espécies de morcegos que vivem em cavernas da região entre o fim do ano passado e o começo deste.

publicidade

O local foi escolhido pois parte do território, no sul, fica na China, justamente onde se concentram boa parte dos morcegos. Como o Sars-Cov2 foi encontrado nesses animais, a região foi apontada como um possível ambiente de proliferação.

Morcegos na origem da Covid-19

“O Laos compartilha esse território comum com o sul da China, cheio de cavernas onde vivem os morcegos, por isso tivemos a ideia de ir para lá”, afirmou Marc Eloit, líderes de pesquisa e descoberta de patógenos do Instituto Pasteur.

As amostras localizas em morcegos são quase idênticas às do vírus da Covid-19. Além disso, o estudo ainda identificou que o patógeno é capaz de se transmitir para humanos.

A investigação da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que o Sars-Cov2 provavelmente saiu do morcego e foi para um animal intermediário antes de atingir os humanos. A nova pesquisa entende que existem vírus próximos do causador da Covid-19 capazes de passar diretamente humanos, sem a necessidade de uma terceira criatura.

Leia também!

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!