A ByteDance, dona do TikTok, está expandindo suas ações no mercado digital para além do aplicativo de vídeos curtos e o próximo alvo da empresa pode ser um serviço de streaming de música, como o Spotify, mas apenas para o mercado chinês por enquanto.

Segundo o site local 36Kr, nos últimos meses a gigante chinesa passou a buscar outras formas de arrecadação além do TikTok e o novo app baseado no Spotify pode ser uma alternativa. A construção do serviço está sendo supervisionada pela mesma equipe do Douyin, a versão chinesa do TikTok.

publicidade

O projeto não é novo, a ByteDance teria começado a trabalhar no aplicativo em 2019, mas paralisou o desenvolvimento após ter dificuldades em conseguir autorização de direitos autorais de músicas. No entanto, uma nova movimentação do governo Chinês pode tornar possível o serviço.

Spotify do TikTok

Outra gigante chinesa do mundo dos apps, a Tencent, encerrou todos os acordos de exclusividade mantidos com gravadoras globais na China pela Tenctent Music (braço musical da companhia) após uma proibição de exclusividade determinada pela Administração Estatal de Regulamentação do Mercado da China (SAMR) em julho.

Fora a Tencent, a gigante TME, que domina o mercado de música na China, também perdeu boa parte de seus acordos exclusivos. Sem a exclusividade, a ByteDance pode buscar contratos com as gravadoras para levar as músicas ao seu novo serviço.

Além disso, a empresa também deve trabalhar com artistas independentes, algo que pode diferenciar o streaming dos concorrentes. Essa não é a primeira vez que a dona do TikTok entra no mercado do Spotify. Em 2020, a empresa lançou o Resso, app de streaming de música na Índia. O serviço, no entanto, não está liberado na China.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!