Em virtude do cenário de incertezas promovido pela pandemia, ficou claro que o mercado teve que se reinventar para continuar atraindo investimentos e clientes. Pensando nisso, a rede social LinkedIn, que reúne profissionais de todo o mundo, elencou as dez startups mais badaladas até aqui em 2021.

A metodologia considera a análise de dados do próprio LinkedIn, que conta com mais de 774 milhões de usuários, e foca em quatro áreas: crescimento do número de funcionários; engajamento entre uma empresa e os seus funcionários; o interesse por vagas e a atração de talentos.

publicidade

Para entrar no ‘top 10’, essas startups deveriam cumprir alguns requisitos: ser independentes e de propriedade privada; contar com um quadro de 50 funcionários ou mais; ser fundada há pelo menos 7 anos e possuir matriz no Brasil.

Rafael Kato, editor-chefe do LinkedIn na América Latina, destaca que os setores em alta também refletem o chamado “novo normal” que estamos vivendo:

“Temos uma lista muito forte em inovação com o oferecimento de serviços digitais que foram reforçados pela necessidade do isolamento social causado pela pandemia, como serviços financeiros, negócios ligados à logística e frete”, avalia Kato.

Leia mais:

Confira abaixo a lista das dez empresas que estão em alta no Brasil:

  • C6 Bank – banco digital;
  • Neon – fintech;
  • Gupy – empresa de tecnologia para recursos humanos;
  • Kestraa – gestão e operação de comércio exterior;
  • Mandaê – serviço logístico para e-commerce;
  • Loft – plataforma digital para compra e venda de imóveis;
  • Dengo Chocolates – foodtech;
  • DataSprints – soluções para análise de dados;
  • Kovi – aluguel de carros;
  • Liv Up – foodtech de comida natural e mercado online.

Segundo Kato, a lista também visa ajudar os profissionais a encontrarem os seus empregos dos sonhos na rede social.

“Temos a missão de criar oportunidades econômicas e tornar nossos usuários bem-sucedidos e produtivos”, diz. Ainda segundo o editor-chefe da rede social, é uma forma de mostrar “onde o crescimento é rápido”:

De acordo com a análise dos dados, Kato finaliza apontando que essas startups em evidência “representam as tendências do mercado e as oportunidades do futuro”.

Créditos da imagem principal: Natali _ Mis/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!