Theodore Roosevelt foi o 26º e mais jovem presidente dos Estados Unidos. Em dois mandatos, entre 1901 e 1909, o republicano promoveu reformas progressistas e uma forte política externa. No contexto geral, porém, ele acabou eclipsado por outras figuras, como por exemplo seu primo distante Frank Delano Roosevelt, presidente norte-americano durante a Segunda Guerra Mundial. Mas o Roosevelt mais velho tem uma relação especial com o Brasil, que será contada na série ‘O Hóspede Americano’, dirigida por Bruno Barreto para a HBO Max, com estreia no próximo dia 26.

Após uma derrota massiva nas eleições, Roosevelt decidiu participar de uma expedição à América do Sul, financiada pelo Museu Americano de História Natural. Nessa aventura em busca de sua juventude perdida na selva brasileira, o ex-presidente leva seu amigo de longa data Farrel Nash e o filho Kermit, com o objetivo de explorar o último rio não cartografado do país: o Rio da Dúvida, em Rondônia. A empreitada foi guiada pelo lendário marechal e sertanista brasileiro Cândido Rondon e rendeu um livro escrito por Roosevelt, ‘Na Selva Brasileira’.

publicidade

“Eu queria muito contar essa história porque achei que Theodore Roosevelt era um personagem incrível”, conta Barreto, em uma entrevista coletiva realizada ao lado do elenco, do qual o Olhar Digital fez parte. “Ele personificou algo que é muito raro hoje em dia no mundo, que é a complexidade. Em uma época tão polarizada entre esquerda e direita, bem e mal, com a vida sendo tão simplificada, eu acho que Theodore Roosevelt pode ser uma lufada de ar fresco, embora ele tenha vivido há mais de 100 anos”, afirma o diretor.

Para viver o ex-presidente, foi escalado o ator Aidan Quinn (‘Lendas da Paixão’), enquanto o veterano Chico Diaz (‘Amarelo Manga’) interpreta Rondon. Chris Mason (‘Riverdale’) será Kermit Roosevelt, David Herman (‘Idiocracia’) faz Farrel Nash e Dana Delany (‘Desperate Housewives’) vive a esposa do ex-presidente, Edith Roosevelt. Completam o elenco Trevor Eve, Theodoro Cochrane, Gene Jones, Jeff Pope, Nick Westrate, Maya Kazan, Cláudio Jaborandy, Arilson Lucas, João Côrtes, Michel Gomes, Arieta Corrêa e Luisa Rosa.

Bruno Barreto no set de 'O Hóspede Americano', minissérie da HBO Max. Imagem: Helena Gentil Barreto/HBO
Bruno Barreto no set de ‘O Hóspede Americano’, minissérie da HBO Max. Imagem: Helena Gentil Barreto/HBO

O elenco estrangeiro passou três meses filmando no Brasil – e para uma parte dos atores, dois desses foram no rigor climático e no desafio logístico da Amazônia. “Eu fiz muitos papéis excelentes, incluindo provavelmente o maior papel já escrito, Hamlet. Mas faz muito tempo que eu fiz uma série de televisão, e no final desse projeto eu pedi a Deus para me enviar algo que valha o meu talento e que use cada grama de mim. Eu não sabia que Deus me levaria tão a sério”, brincou Aidan, que classificou seu trabalho em ‘O Hóspede Americano’ como um dos mais difíceis da sua carreira.

“Assim que fechei o roteiro, eu disse a mim mesmo: essa vai ser a coisa mais difícil que já fiz, mas eu tenho que fazer. É um personagem extraordinário. É uma história incrível. Eu amo os temas, todas as contradições e trabalhar com um elenco notável no Brasil. Finalmente está saindo”, comemorou o ator.

Leia também:

Para Dana Delany, trabalhar em ‘O Hóspede Americano’ foi também uma oportunidade de voltar ao Brasil 30 anos depois de atuar em ‘Selva Viva’ (1986). ‘Eu tenho uma longa história com Bruno, que foi produtor desse filme, e com o Brasil. Também trabalhei com o Chico [Diaz]  e foi ele quem me levou ao Rio de Janeiro e me mostrou tudo pela primeira vez, há 30 anos”, lembra.

Diferente de Dana e Aidan, que foram convidados, o novato Chris Mason teve que trabalhar pelo papel de Kermit. “Tive a sorte de conseguir um teste e, obviamente, estou em um estágio diferente da minha carreira. Mas li o roteiro e adorei, mandei minhas fitas e aí recebi um e-mail dizendo que gostaram de mim e que eu precisaria ir ao Brasil por três meses. Não pude acreditar na minha sorte”, contou o ator.

Aidan Quinn (Theodore Roosevelt) e Dana Delany (Edith Roosevelt) em 'O Hóspede Americano', minissérie da HBO Max. Imagem: Helena Gentil Barreto/HBO
Aidan Quinn (Theodore Roosevelt) e Dana Delany (Edith Roosevelt) em ‘O Hóspede Americano’, minissérie da HBO Max. Imagem: Helena Gentil Barreto/HBO

Mas nem tudo foram flores e caipirinhas à beira da piscina. Uma minissérie sobre uma aventura na selva não poderia ser feita sem, bem, aventuras na selva! “Acho que o maior desafio que enfrentamos foi quando estávamos no rio, apenas em termos de aspectos técnicos e outras coisas”, conta Mason. “Você está lidando com uma coisa natural e não sabe como isso vai funcionar o tempo todo, mas sempre foram dias difíceis”.

“Sim, definitivamente. Nós tivemos alguns problemas técnicos com os barcos e as coisas ficavam um pouco assustadoras às vezes”, concorda Aidan. “Roosevelt, em seu livro, fala sobre algumas ameaças como onças, cobras e aranhas perigosas, isso e aquilo. Mas muitas vezes são as pequenas coisas que causam mais problemas na selva”, completa.

Uma dessas “pequenas coisas” deu um susto grande no ator mais jovem. Na volta da Amazônia, já em São Paulo, Mason percebeu um pequeno ferimento na cabeça que causava um sangramento. “Aquela coisa coçava e passei pomada por alguns dias. Mas no fim do expediente, depois de filmar várias páginas de roteiro, eu só queria tomar uma cerveja com o Aidan”, contou o ator.

Chris Mason (Kermit Roosevelt) e Aidan Quinn (Theodore Roosevelt) em 'O Hóspede Americano', minissérie da HBO Max. Imagem: Helena Gentil Barreto/HBO
Chris Mason (Kermit Roosevelt) e Aidan Quinn (Theodore Roosevelt) em ‘O Hóspede Americano’, minissérie da HBO Max. Imagem: Helena Gentil Barreto/HBO

O colega de elenco, então, percebeu que havia algo de mais grave do que um simples machucado. “Eu disse: você está indo para o hospital, não é?  Porque aquela coisa está se mexendo, seja o que for”. A ferida era, na verdade, uma larva de mosca, que se alojou sob a pele da cabeça do ator. “Foi prontamente removida e todos rimos disso. E eu tive que trazê-lo para o set no dia seguinte em um pequeno tubo de ensaio, o que foi divertido. Esqueci qual é o nome que vocês chamam aí. É ‘berne’ no Brasil? Acho que é assim que chamam”, brinca Mason.

‘O Hóspede Americano’ é uma minissérie exclusiva HBO, coproduzida com a Teleimage, tem criação e direção de Bruno Barreto e roteiro de Matthew Chapman. A produção conta com recursos da Condecine – Artigo 39 e estreia em 26 de setembro na HBO Max.

Já assistiu aos novos vídeos noYouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!