As ações da Embraer dispararam 10% nesta quinta-feira (23) após a empresa confirmar que a Eve Urban Air Mobility, a sua subdivisão de mobilidade aérea da empresa, firmou uma nova parceria com a Bristow, uma operadora de helicópteros civil britânica.

O passo é importante para a companhia conseguir a certificação de operador aéreo para os seus projetos de aeronaves elétricas de pouso e decolagem vertical, os eVTOLS.

publicidade

No início da tarde de hoje, os papéis da Embraer já operam em alta de 11,69%, sendo cotados a R$ 23,70. Em comparação, as ações fecharam em alta de 5,39% nesta quarta-feira (22), cotadas a R$ 21,30.

Via: Uol

Como funciona um eVTOL?

Na verdade, o veículo apelidado de carro voador opera como um helicóptero elétrico. Por conta das hélices diferenciadas, eles conseguem realizar pousos e decolagens mais suaves. Por ora, os primeiros testes ocorrem apenas em simulador, porém a ideia é que o produto final atenda o consumidor com o menor custo possível.

Leia mais:

Empresa aposta as suas fichas no novo segmento

Carros voadores da embraer
Conceito de eVTOL da Embraer. O veículo é proposto para operar em grandes centros urbanos. Imagem: Embraer/Divulgação

Desde o anúncio oficial do projeto, feito em março deste ano, a busca pelos carros voadores da Embraer “decolaram”. A fabricante já coleciona parcerias para atender grandes cidades como: São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Bogotá (Colômbia), Santiago (Chile) e Cidade do México (México).

Vale lembrar que a companhia brasileira também anunciou no fim de agosto outra parceria para fornecer carros voadores na Ásia.

Por fim, a Eve também possui um acordo fechado com a Helisul Aviation, uma das principais operadoras de helicóptero da América Latina. A parceria prevê a entrega de 50 eVTOLS a partir de 2026.

Com isso, a empresa vai concorrer diretamente com a Azul, que também está investindo em eVTOLs da Alemanha para o segmento de voos privados.

Embraer e os carros voadores

Considerado o próximo passo na eletrificação de veículos, os carros voadores já são realidade para a Embraer. A fabricante nacional de aeronaves trabalha no desenvolvimento do seu próprio eVTOL desde 2017. Por ora, a expectativa é que a novidade deve custar mais de US$ 500 mil quando for lançada oficialmente.

Por meio da Eve, também criada para acelerar o desenvolvimento do ecossistema de mobilidade aérea urbana (UAM) no mundo, o Brasil tem estudado vários projetos para criar uma infraestrutura de táxi aéreo no País para o uso dos eVTOLs no futuro.

Créditos da imagem principal: Leonidas Santana / Shutterstock

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!