Na última sexta-feira (25), o governo federal pretende arrecadar cerca de 10 bilhões de reais com o leilão de frequências para o serviço de telecomunicações sem fio de 5G, que está marcado para o dia 4 de novembro. Isso leva em consideração os valores mínimos dos lotes e ofertas para todos eles, de acordo com os membros da Anatel e do Ministério das Comunicações.

Após mais de um ano de análises entre órgãos que incluíram o Tribunal de Contas da União (TCU), o leilão vai exigir várias obrigações de investimentos dos vencedores entre os anos 2022 e 2029, somando um total de cerca de 40 bilhões de reais, considerando os valores mínimos dos lotes.

publicidade

Em comparação, o leilão do espectro 4G que foi realizado em 2014 e tinha um viés arrecadatório, o governo levantou cerca de 5,8 bilhões de reais, junto com as operadoras Claro, Vivo e TIM sendo as principais vencedoras. Nisso, as obrigações do leilão 5G incluem desde levar internet rápida a milhares de escolas públicas do país até a conexão de corredores rodoviários do país à tecnologia 4G.

“A faixa que chama mais atenção é a de 3,5 GHz, que é a porta de entrada para o 5G”, explicou Morais, presidente da agência, Leonardo de Morais. Conforme ele, a faixa será dividida em cinco blocos de frequência, com valor econômico de 6 bilhões de reais.

Leia mais:

Entre as obrigações associadas, “1,5 bilhão de reais serão voltados para programas de conectividade na Amazônia. Além disso vamos também destinar 1 bilhão de reais destes compromissos dos lotes nacionais para uma rede privativa versada por políticas públicas a serem definidas pelo ministério (das Comunicações”, enfatizou o presidente da Anatel.

Ademais, o presidente da Anatel disse que 2,3 bilhões de reais em obrigações de investimento ligadas ao bloco de 3,5 GHz serão usados para migração de antenas parabólicas de TV aberta, as quais já são usadas por famílias em regiões mais afastadas do país. Cerca de 600 cidades do país receberão infraestrutura de transporte de dados de alta capacidade e com as obrigações previstas para faixa de 3,5 GHz, concluiu.

Fonte: UOL

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!