Nesta segunda-feira (27), a Blue Origin anunciou a data de decolagem de seu próximo lote de turistas espaciais em um voo suborbital. De acordo com o comunicado da empresa, que teve um primeiro voo espacial turístico de sucesso no dia 20 de julho, o segundo acontece no dia 12 de outubro.

Além da data, também foram revelados dois passageiros do voo: Chris Boshuizen, cofundador da empresa de observação da Terra Planet Labs, e Glen de Vries, vice-presidente de ciências da vida e saúde na empresa de software francesa Dassault Systèmes. Os dois tripulantes restantes serão anunciados nos próximos dias, segundo a Blue Origin.

publicidade
Chris Boshuizen (à esquerda) e Glen de Vries (à direita) são dois dos quatro turistas espaciais programados para voar no segundo voo tripulado da Blue Origin no próximo mês. Imagem: Blue Origin

A missão NS-18 será o 18º voo geral do New Shepard, que irá decolar da base de lançamento um da Blue Origin, em West Texas, às 9:30 am EDT (10h30 pelo horário de Brasília).

Além dos quatro passageiros, a nave levará milhares de cartões postais da fundação da Blue Origin, o Club for the Future, que visa inspirar as gerações futuras a seguirem carreiras em ciências, tecnologia, engenharia e matemática (STEM).

Segundo voo espacial turístico da Blue Origin será transmitido ao vivo

De acordo com o site Space, a Blue Origin transmitirá ao vivo o voo com cobertura programada para começar uma hora antes da decolagem. 

“Esta é a realização do meu maior sonho de infância”, disse Boshuizen, que começou sua carreira como engenheiro de cubos no Centro de Pesquisa Ames da Nasa, na Califórnia. “Mais importante, porém, vejo este voo como uma oportunidade para inspirar os alunos a seguirem carreiras em STEM e catalisar a próxima geração de exploradores espaciais. Afinal, nosso futuro de vida no espaço está em suas mãos capazes”.

Leia mais:

Durante o voo, que tem previsão de durar aproximadamente 11 minutos, a cápsula com a tripulação a bordo cruzará a chamada Linha Karman, a fronteira entre a atmosfera da Terra e o espaço sideral, a uma altitude de cerca de 100 quilômetros. E a parte mais aguardada de todo voo espacial turístico, a gravidade zero dentro da cápsula, terá 3 minutos de duração. 

“Passei toda a minha carreira trabalhando para estender a vida das pessoas”, declarou De Vries. “No entanto, com materiais e energia limitados na Terra, estender nosso alcance ao espaço pode ajudar a humanidade a continuar a prosperar. Além disso, os astronautas podem experimentar o ‘efeito de visão geral’, ganhando uma nova perspectiva sobre o quão frágil e precioso nosso planeta, esses recursos e nossa civilização são”.

Além de Jeff Bezos, CEO da Blue Origin, o primeiro voo espacial turístico bem sucedido da empresa também levou seu irmão Mark, a pioneira da aviação Wally Funk e o primeiro cliente pagante da Blue Origin, Oliver Daemen. A Blue Origin venderá ingressos por meio de seu site, mas ainda não divulgou o preço de suas viagens espaciais.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!