Os três taikonautas, como são chamados os astronautas na China, passaram 90 dias no espaço, montando equipamentos na estação espacial Tiangong, e realizando experiências científicas.

O retorno no último 17 ocorreu sem problemas, mas o compartimento que continha os resultados das experiências estava fechado até agora. As autoridades do governo chinês prepararam uma cerimônia com a presença do primeiro astronauta do país para a retirada de alguns pacotes, que agora devem ser analisados em laboratório.

publicidade

A missão Shenzhou-12 serviu para a realização de mais de 10 projetos, como cultivo em órbita e experimentos espaciais biológicos.

Os três taikonautas ainda estão em quarentena, para reforçar os sistemas imunológicos depois da longa missão.

A estação espacial chinesa por enquanto só conta com o módulo Tianhe, mas deve receber a companhia dos laboratórios de pesquisa Wentian e Mengtian, ainda no ano que vem.

Quando estiver completa, a estação espacial Tiangong deve pesar em torno de 80 a 100 toneladas, apenas um quinto da Estação Espacial Internacional.

Também é importante lembrar que ela vai compartilhar a órbita com o telescópio espacial Xuntian, que a China pretende lançar em 2024.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!