Há dois dias, o vulcão Kilauea está em erupção, enviando lava e pedaços de vidro vulcânico semelhantes a fios, conhecidos como “cabelo de Pele”, para os céus do Havaí, de acordo com o órgão de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) e o Serviço Nacional de Meteorologia do país.

Conforme relata o Science Alert, a erupção começou por volta das 15h20, horário local do Havaí (22h20, pelo horário de Brasília), na quarta-feira (29), quando uma webcam do Observatório de Vulcões Havaianos do USGS detectou um brilho no cume do Kilauea. Esse brilho indicava uma erupção de lava acontecendo na cratera Halema’uma’u.

publicidade
Uma fonte baixa de magma perto do centro do crescente lago de lava Halema’uma’u. Imagem:: M. Patrick / USGS

As imagens da webcam também revelaram fissuras na base da cratera Halema’uma’u, que liberavam fluxos de magma na superfície do lago de lava que estava ativo até maio de 2021, segundo comunicado oficial do USGS.

Erupção do vulcão Kilauea ainda está confinada em cratera no cume

Ainda segundo o USGS, a erupção do vulcão Kilauea – localizado dentro do Parque Nacional dos Vulcões do Havaí – está restrita à cratera Halema’uma’u, o que significa que, pelo menos até então, não é uma ameaça para o público. 

“No momento, não acreditamos que ninguém esteja em perigo e queremos lembrar às pessoas que o parque continua aberto”, disse Cyrus Johnasen, porta-voz do condado do Havaí,  à estação de notícias KHON2, solicitando cautela das pessoas, especialmente daquelas que têm problemas respiratórios.

No entanto, a parte do parque onde está acontecendo a erupção está fechada ao público, de acordo com o USGS.

Leia mais:

Devido à erupção, o Observatório de Vulcões Havaianos elevou o nível de alerta do vulcão Kilauea para “alerta”, e seu código de cores da aviação de laranja para vermelho, que adverte os pilotos sobre as possíveis emissões de cinzas.

Segundo o USGS, esses são os níveis de alerta mais altos, o que significa que “uma grande erupção vulcânica está iminente, em andamento ou suspeita, com atividade perigosa tanto no solo como no ar”.

Pilotos avistam fios de vidro no céu que podem representar perigo na água potável

Vários pilotos que voavam em aeronaves perto de Kilauea na noite de quarta-feira relataram que viram os fios de vidro dourados no céu no parque. Os “cabelos de Pele” foram batizados assim em referência à deusa havaiana do fogo e dos vulcões. Diz a lenda que Pele habita o interior do Kilauea. 

Os “cabelos de Pele” se formam quando bolhas de gás dentro da lava explodem na superfície. “As bolhas estourando voam para fora e parte delas se estica em fios muito longos, às vezes chegando ou passando de meio metro”, Don Swanson, pesquisador geólogo do Observatório de Vulcões do Havaí. “Embora sejam lindos, os cabelos de Pele representam um grande perigo se forem ingeridos através da água potável”, alertou Swanson.

A erupção atual é a mais recente de uma longa sequência de atividade vulcânica em Kilauea. A uma altitude de mais de 1,2 mil metros acima do solo, o vulcão em forma de escudo tem um sistema de bombeamento de magma que se estende por mais de 60 quilômetros abaixo da Terra, segundo o USGS. 

Em sua 34ª erupção, desde 1952, Kilauea está trabalhando pesado neste ano. De dezembro de 2020 a maio de 2021, uma erupção no cume formou um lago de lava dentro da cratera Halema’uma’u e, em agosto, uma série de pequenos terremotos sacudiu o cume. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!