Há um mês, o Olhar Digital noticiou que o Centro Nacional de Ciência Espacial da China (CNNSC) apresentou um protótipo de “drone de cruzeiro a Marte” bastante parecido com o helicóptero Ingenuity, da Nasa. Agora, uma empresa chinesa que pretende entrar no mercado de turismo espacial parece ter feito um mix entre veículos da SpaceX e da Blue Origin para produzir seu foguete.

Imagens do protótipo do foguete da CAS Space, que foram retiradas do projeto, mostram que o veículo é parecido com o foguete New Shepard, da Blue Origin, e com a cápsula Crew Dragon, da SpaceX. Imagem: CAS Space

De acordo com o site Space, o CAS Space, um spinoff comercial da Academia Chinesa de Ciências (CAS), já está desenvolvendo  foguetes para o lançamento de satélites comerciais e também anunciou que quer enviar pessoas ao espaço.

publicidade

Em comunicado à imprensa, o CAS Space divulgou que está trabalhando em um foguete reutilizável de estágio único que levaria até sete passageiros em uma viagem de 10 minutos para além da linha Kármán, que fica 100 quilômetros acima da superfície terrestre e é considerada a fronteira entre a atmosfera da Terra e o espaço sideral.

Já excluídas do projeto, as ilustrações referentes ao protótipo do veículo lembram nitidamente o foguete de turismo espacial New Shepard, da Blue Origin, e a cápsula Crew Dragon, da SpaceX.

Decolagem de um foguete New Shepard da base da Blue Origin no oeste do Texas
Foguete New Shepard, da Blue Origin. Imagem: Blue Origin

Algumas diferenças do projeto do CAS Space para o foguete da Blue Origin incluem o uso de cinco motores “Xuanyuan” de querosene-oxigênio líquido no lugar do único motor BE-3 de hidrogênio líquido-oxigênio líquido no veículo da empresa de Jeff Bezos.

Leia mais:

As renderizações também mostram pequenas aletas de grade perto do topo, que guiariam a descida do foguete. E em vez de pousar sobre as pernas, o foguete seria “pego” por um braço preso à torre de lançamento, seguindo um conceito revelado pela SpaceX para sua Starship. A cápsula da tripulação, entretanto, desceria à Terra com a ajuda de três paraquedas.

CAS Space quer lançar seu foguete tripulado em 2024

Não se sabe se os planos do CAS Space são retratados com precisão pela arte no comunicado à imprensa. Isso será confirmado apenas em 2022, quando a empresa pretende realizar um primeiro voo de demonstração. Um voo de teste suborbital completo seguiria em 2023, com os serviços de turismo suborbital começando em 2024.

Esse é um cronograma certamente ambicioso. O New Shepard da Blue Origin, por exemplo, teve seu primeiro lançamento sem tripulação em abril de 2015, com o primeiro voo tripulado tendo ocorrido mais de seis anos e 14 lançamentos depois, ao levar o fundador da empresa, Jeff Bezos, mais três pessoas em um voo suborbital em 20 de julho deste ano.

Se tudo isso parece improvável, vale ressaltar que a CAS Space (seu nome completo é Beijing Zhongke Aerospace Exploration Technology Co. Ltda.) é uma empresa bem financiada com patrimônio, experiência e suporte que podem ajudá-la bastante.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!