A Rússia está em vias de fazer história. De novo. Nesta terça-feira (5), está programado o lançamento da equipe que vai produzir o primeiro filme gravado no espaço. O time cinematográfico é composto pela atriz Yulia Peresild, o diretor Klim Shipenko e o piloto e cosmonauta Anton Shkaplerov. O objetivo é ampliar o prestígio do programa espacial russo, liderado pela agência Roscosmos, que financia o projeto.

Ao todo, a filmagem deverá ser conduzida ao longo de 12 dias, com a equipe finalizando a produção e retornando à Terra a bordo da mesma espaçonave, porém, com os cosmonautas Oleg Novitsky e Pyotr Dubrov, hoje a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). Ainda não se sabe se a Rússia pretende encaminhar outros cosmonautas no lugar dos dois. 

publicidade

Leia também

Da esquerda para a direita: Yulia Peresild, Anton Shkaplerov e Klim Shipenko, a equipe russa por trás do primeiro filme a ser gravado no espaço
Da esquerda para a direita: Yulia Peresild, Anton Shkaplerov e Klim Shipenko, a equipe por trás do primeiro filme a ser gravado no espaço (Imagem: Roscosmos/Divulgação)

O filme, intitulado “The Challenge” (“O Desafio”, na tradução literal) conta a história do cosmonauta Ivanov, que necessita de uma cirurgia cardíaca após passar mal e perder a consciência durante um a caminhada espacial. A cirurgiã Zhenya, que luta para reavivar a relação com a filha adolescente para quem ela raramente tem tempo, é convocada para salvar a vida do viajante espacial.

Vale lembrar que apenas partes do filme serão filmadas dentro da ISS, com outras cenas e o processo de pós-produção sendo conduzidos aqui na Terra. Durante coletiva de imprensa, a Peresild chamou o projeto de “milagre”: “nós trabalhamos muito duro e estamos muito cansados, ainda que estejamos de bom humor e sorrindo”, disse a atriz de 37 anos sobre o treinamento pelo qual passou. “Foi algo emocionalmente, psicologicamente e fisicamente difícil. Mas eu creio que, quando cumprirmos nossa missão, toda essa dificuldade não será mais tão evidente e lembraremos de tudo com um sorriso”.

Ela disse ter gostado mais da parte da simulação em gravidade zero, a sensação de ausência de peso (basicamente, um avião desce a toda velocidade, negando os efeitos da gravidade por mais ou menos 20 segundos). Em contrapartida, ela disse ter tido mais dificuldade durante as aulas sobre cuidados e condução da espaçonave Soyuz: “eu ficava em aula até as quatro da manhã. São tantas siglas – e você tem que decorar todas, senão não vai entender mais nada dali em diante”.

A Rússia já foi pioneira em muitas ações relacionadas à exploração do espaço: é dela o primeiro satélite lançado na história (Sputnik-1), e o primeiro animal a viajar ao espaço (a cachorrinha Laika). Não se pode esquecer, também, do primeiro homem a sair do planeta, o major Yuri Gagarin (1961) e também a primeira mulher, Valentina Tereshkova, em 1963.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!