A primeira segunda-feira de outubro não está fácil para quem precisa da internet para se comunicar ou trabalhar. Durante toda a tarde diversos serviços online, incluindo WhatsApp, Instagram e Facebook, ficaram fora do ar. Os problemas também avançaram para outros sites como apps de banco, o TikTok e até mesmo o Telegram, que costuma servir de alternativa quando o o mensageiro mais usado do Brasil está indisponível.

Tudo começou com os serviços do Facebook, as três plataformas ficaram fora do ar por volta do meio-dia. Isso já ocorreu em outras ocasiões. No entanto, ao contrário das outras vezes em que os problemas foram resolvidos em poucos minutos, hoje foram muitas horas.

publicidade

Telegram com instabilidade

O Telegram foi outro que apresentou instabilidade, muito provavelmente por conta do aumento repentino de usuários que o mensageiro sofreu após a pane no WhatsApp. Apesar das reclamações, ele não caiu de vez. A rede segue funcionando, mas com lentidão.

Nas redes sociais, alguns usuários relataram dificuldades para fazer o login no Telegram ou acessar as conversas. Administradores de canais dentro do aplicativo também dizem que usuários estão reclamando de terem sido banidos dos canais de transmissão de conteúdo, porém, o banimento não aconteceu.

Serviços de banco fora do ar

Depois das redes sociais, aplicativos de alguns dos principais bancos do Brasil também apresentaram instabilidade. Usuários relatam que não estão conseguindo fazer operações nos aplicativos de Nubank, Bradesco e Itaú.

No Nubank, a maior parte das reclamações são sobre pagamentos de contas e problemas com login e uso do aplicativo.

No Bradesco, por sua vez, os usuários estão relatando uma série de problemas envolvendo operações financeiras como um todo no internet banking. A maior parte das reclamações vem do Pix, tanto para pessoa física, quanto para pessoa jurídica, que retorna a mensagem “erro de validação”.

O aplicativo do Itaú apresenta falhas que são comparáveis às do Bradesco, mas um pouco distintas das do Nubank. Os usuários do Itaú estão relatando que o aplicativo para smartphones do banco retorna uma mensagem apontando para uma falha na conexão do cliente com a internet.

Outros apps com problemas

Além dos serviços que ficaram fora do ar, o TikTok também apresentou instabilidade. Também há relatos de erros em plataformas como o Gmail, o Twitter e o Microsoft Teams. No entanto, o problema nessas páginas pode ter sido causado devido a alta demanda de usuários.

Com as outras plataformas fora do ar, os usuários buscam alternativas, o que aumenta o tráfego em serviços com o o Telegram, o Teams e o Twitter. Esse uso intensivo pode tornar essas páginas mais lentas durante algum tempo.

O Facebook disse em nota apenas que estava com instabilidade e trabalhando o mais rápido possível para resolver. Mike Schroepfer, diretor de tecnologia do Facebook disse: “Sinceras desculpas a todos os afetados por interrupções nos serviços do Facebook no momento. Estamos enfrentando problemas de rede e as equipes estão trabalhando o mais rápido possível para depurar e restaurar o mais rápido possível”, disse.

O que pode ter causado?

Ainda não há uma explicação oficial para o que deixou os serviços fora do ar, mas problemas com o DNS são apontados como prováveis responsáveis. Geralmente, quedas em massa de sites estão ligadas com problemas no DNS, como aconteceu esse ano em julho, em que páginas ficaram inacessíveis após uma falha no DNS da empresa Akamai Technologies.

Os sistemas de nomes de domínio (ou DNS, sua sigla em inglês) são responsáveis pela tradução dos nomes de domínios utilizados na barra de endereço dos navegadores (URLs) para os endereços IPs correspondentes. Seria muito mais difícil memorizar e digitar “216.58.210.163” ao invés de “www.google.com”, por exemplo.

Segundo os especialistas do Olhar Digital, caso o DNS não funcione da forma correta, o site fica inacessível, o que pode ter ocorrido com o WhatsApp e os outros serviços. No Twitter, o executivo da empresa de servidores Cloudfare, Dane Knecht, constatou que foram registrados problemas com o DNS do Facebook.

Leia também!

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!