Trailers, em geral, são descritos como veículos utilitários, em que o projeto técnico precisa ser o mais simples possível. Este, no entanto, não é o caso do Neverwas Haul, provavelmente o primeiro trailer “steampunk” da história, ostentando um estilo revivalista que mescla arquitetura vitoriana com os Estados Unidos rural do século XIX.

De um ponto de vista estrito, “steampunk” (ou “tecnovapor”, no nosso idioma) é um subgênero da ficção científica que aborda questões sobre a tecnologia e seu impacto na vida humana, muitas vezes ambientado no fim do século XIX — um ponto-chave na história da Revolução Industrial — para desenvolver as narrativas. Esta forma de literatura se expandiu para outras artes, como a música e o cinema, e para a área dos art cars (veículos de arte), como é o exemplo do Neverwas Haul aqui.

publicidade
Neverwas Haul: trailer steampunk da Obtainium Works
Trailer de estilo steampunk mede 7,3 x 7,3 x 3,6 m e conta com quatro salas conjugadas (Imagem: Obtainium Works/Divulgação)

Idealizado e construído pelo artista norte-americano Shannon O’Hare, o Neverwas Haul é uma espécie de casa vitoriana sobre rodas. O trailer mede 7,3 x 7,3 x 3,6 metros e se sustenta sobre cinco rodas de ferro — que servem como sua plataforma principal.

Frequentemente, o Haul é descrito como “uma casa-móvel de três andares”, mas a construção é um pouco mais complexa do que isso. Trata-se de quatro salas conjugadas: uma sala de máquinas, uma cabine de comando, um lounge e um convés para os tripulantes observarem a paisagem.

“11 km/h já é rápido demais”, diz criador do veículo

O Haul se move de duas formas. Na primeira, o trailer é rebocado por uma caminhonete, em que a estrutura superior é desmontada e dobrada. Já a outra forma é se mover por conta própria.

Em entrevista ao site Collectors Weekly, em 2012, O’Hare afirmou que havia construído uma caldeira como propulsor para o veículo, mas como a solução se mostrou impraticável, foi instalado um motor a diesel. A velocidade máxima é de 8 km/h. “Se atingirmos 11 km/h, já estamos indo rápido demais”, explicou o projetista.

Na cabine de comando, o Neverwas Haul conta com um volante de navio em tamanho real para a direção. O painel de instrumentos inclui um acelerador para controle hidráulico e um dispositivo de homem-morto para paradas de emergência. O próprio O’Hare, vestido como um oficial da Marinha norte-americana dos anos 1920, comanda o veículo, sob a alcunha de “Major Catastrophe”.

Neverwas Haul: trailer steampunk da Obtainium Works
Cabine de comando do Neverwas Haul (Imagem: Obtainium Works/Divulgação)

Construído em 2006, o Haul é atualizado anualmente. O lounge do trailer steampunk (que pode ser também uma peça de arte cinética, se você quiser) é a sala que mais chama a atenção no espaço, repleta de souvenires recolhidos durante expedições pelo mundo — cuja lista inclui até uma câmera escura do século XIX.

Outro aspecto interessante é o fato de o Haul ser inteiramente feito de materiais recicláveis. Segundo O’Hare, 75% do material utilizado na construção provém de lixo residencial.

Neverwas Haul: trailer steampunk da Obtainium Works
Lounge do Neverwas Haul (Imagem: Obtainium Works/Divulgação)

Quando não está nas feiras de arte, o Neverwas Haul fica estacionado na fábrica da Obtainium Works — o coletivo de arte de O’Hare — em Vallejo, na Califórnia, onde pode ser visitado e até alugado.

Via AutoEvolution

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!