A Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) está convidando o público a participar virtualmente do lançamento da missão Lucy, que irá estudar vários asteroides em busca de mais informações sobre a origem e composição do sistema solar.

O lançamento está programado para as 6h16 do sábado, 16 de outubro (horário de Brasília), com decolagem a partir do Complexo de Lançamento Espacial 41 da Estação da Força Espacial dos EUA em Cabo Canaveral, na Flórida. A sonda será transportada ao espaço por um foguete Atlas V 401 da United Launch Alliance (ULA).

publicidade

A Nasa fará uma transmissão ao vivo a partir das 6h em seu canal do YouTube, seu app e seu site. Além disso, haverá uma entrevista coletiva antes do lançamento, no dia 13 às 14h, e coletivas sobre a ciência e engenharia da missão no dia 14 às 14h e 16h.

Ilustração da sonda Lucy próxima a um asteroide. Imagem: Nasa
Ilustração da sonda Lucy próxima a um asteroide. Imagem: Nasa

Em sua missão de 12 anos de duração, Lucy irá explorar um número recorde de asteroides, entre eles um chamado 52246 Donaldjohanson, localizado no cinturão de asteroides principal entre Marte e Júpiter, e seis asteroides troianos, que orbitam 60º à frente de Júpiter. São eles: Eurybates, Polymele, Leucus, Orus, Patroclus e seu satélite Menoetius.

O caminho da espaçonave a trará de volta à Terra três vezes para executar uma manobra de “assistência gravitacional”, onde ganhará velocidade para alcançar os alvos subsequentes. Com isso, ela se tornará a primeira espaçonave na história a retornar do sistema solar exterior para o nosso planeta.

Leia mais:

A missão Lucy foi batizada em homenagem a um fóssil de um ancestral dos humanos modernos, uma fêmea de Australopithecus Afarensis, descoberto em 1974 na África pelo paleoantropólogo Donald Johanson (que foi homenageado com o asteroide já citado).

Os cientistas esperam que o estudo dos asteroides revele “fósseis da formação planetária” de nosso sistema solar. O fóssil Lucy, por sua vez, foi batizado em homenagem à música “Lucy in the Sky with Diamonds”, dos Beatles, que tocava no rádio no momento da descoberta.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!