O astro do basquete dos EUA e medalhista de ouro nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, Kyrie Irving, não vai poder jogar ou treinar com a equipe do Brooklyn Nets por não compartilhar seu status de vacinação. A imunização é obrigatória para a participação em eventos públicos na cidade de Nova York.

Irving tem permissão para continuar realizando atividades nas instalações da equipe e, teoricamente, poderia seguir treinando e até mesmo jogando em partidas fora de casa. Porém, para o gerente-geral da franquia, Sean Marks, não é viável ter um atleta “trabalhando apenas meio período”.

publicidade

Vacinação é “assunto privado”

Kyrie Irving joga como armador e é um dos principais jogadores da NBA. Aos 29 anos, o atleta já conquistou um título da liga, na temporada 2015/2016 com os Cleveland Cavaliers. Iving não confirmou se tomou ou não a vacina contra a Covid-19, segundo ele, este tema é de foro privado.

Porém, a liga informou que as exigências de vacinação para acompanhar os jogos nas cidades de Nova York e San Francisco também se estendiam para os jogadores. Com isso, os atletas de New York Knicks, Brooklyn Nets e Golden State Warriors, teriam que se vacinar para jogar.

Sem meio período

Jogadores do Brooklyn Nets
Com nomes como James Harden e Kevin Durant, o Brooklyn Nets é um dos favoritos ao título da NBA. Crédito: Reprodução/Instagram

Em comunicado à imprensa, Marks disse que a escolha de Kyrie Irving foi pessoal e que a franquia respeitava seu “direito individual de escolha”. Porém, essa escolha restringia sua participação na equipe em tempo integral e não seria permitido que nenhum membro da equipe trabalhasse meio período.

Leia mais:

Apesar de Irving ser um dos melhores jogadores da equipe, para Marks, sua ausência não muda em nada os objetivos do Brooklyn Nets na temporada. O time é considerado um dos mais fortes da NBA e um dos grandes favoritos ao título.

A temporada da NBA começa na próxima terça-feira (19), o Brooklyn Nets estreia contra o atual campeão, o Milwaukee Bucks, em uma reedição das finais da Conferência Leste da última temporada.

Via: CNN Brasil

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!