‘Round 6’ é um sucesso absoluto. Tanto que a série, que só completa um mês no domingo (17), é um dos assuntos mais falados por aí. Os bons resultados do drama sul-coreano exclusivo da Netflix fizeram com que outros conteúdos produzidos em idiomas que não sejam o inglês ganhassem destaque na Mipcom, evento de conteúdo multimídia que acontece na França.

Lançado no dia 17 de setembro, ‘Round 6’ já atingiu 111 milhões de espectadores, de acordo com a própria Netflix, se tornando a série de maior alcance do serviço. Ela se tornou, assim, um exemplo da tendência do mercado global de audiovisual na busca de uma programação que tenha outros idiomas. A série dominou as conversas tanto online como presenciais no evento híbrido da Mipcom, encerrado nesta quinta-feira (14).

publicidade

Leia mais:

De acordo com a Mediametrie, citada pelo site The Hollywood Reporter, os streamers globais lançaram 72 novas séries em outros idiomas. O número representa um salto de 55% se comparado a 2019. Os dados foram apresentados pelo grupo de pesquisa de televisão francês na Mipcom.

Além de ‘Round 6’, outras séries de sucesso da Netflix feitas fora dos Estados Unidos ou do Reino Unido foram o thriller policial francês ‘Lupin‘ e o drama adolescente espanhol ‘Elite’. A Europa, principalmente, por ser o maior mercado internacional, apresentou uma mudança das importações dos EUA para algo mais caseiro. Isso se deu porque gigantes de Hollywood retiraram suas produções de parceiras internacionais para adicionar aos próprios streamings.

Round 6 - Netflix
‘Round 6’ levou dez anos para sair do papel e ser realizada. Imagem: Netflix/Divulgação

Em onze territórios do continente, a programação de televisão é 61% local, com 35% do conteúdo importado. A Mediametrie observou ainda que 70% das visualizações nesta mídia offline é dos programas locais e apenas 5% do que vem de fora.

Com os streamings se tornando globais, as emissoras passam a ser mais locais. “Para os produtores locais, o objetivo agora é construir um sucesso local e depois vender o formato internacionalmente para adaptações”, observou Frédéric Vaulpré, vice-presidente da Mediametrie.

Via: The Hollywood Reporter

Já assistiu aos novos vídeos noYouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!