Uma atualização ocorrida no site da Tesla removeu especificações e preços da caminhonete Cybertruck, que teve recentemente seu lançamento adiado para 2023. Desde que foi anunciado em 2019, o veículo elétrico contava com as três variações sendo apresentadas na página como opções para os interessados.

página do site da Tesla antes da atualização
A página do Cybertruck no site da Tesla antes da atualização continha três variações da caminhonete elétrica – Reprodução/Electrek.co

Três caminhonetes

Além de informação de motores de cada opção, os valores respectivos apareciam, sendo o modelo com tração traseira (RWD) o mais em conta. Com mais de 400 km de alcance, fazendo de 0 a 96 km/h em 6,5 segundos e com velocidade máxima de 177 km/h, seu preço inicial constava em US$ 39.900.

publicidade

Já o modelo intermediário do Cybertruck, com tração integral, aceleração 0-96 km/h em 4,5 segundos e velocidade máxima de 193 km/h aparecia custando US$ 49.900. A opção de motor duplo era apresentada no site como capaz de alcançar uma autonomia de 482 km.

A caminhonete elétrica da Tesla mais topo de linha estava no site com especificações de três motores, performance de 2,9 segundos no sprint de 0 a 96 km/h e velocidade máxima de 209 km/h. Com autonomia chegando a 804 km, o preço desta opção estava na página em US$ 69.900.

Para termos ideia em nossa moeda, respectivamente tínhamos os valores aproximados acima de R$ 217 mil, R$ 271 mil e R$ 380 mil, desconsiderando diferenças em impostos ou taxas. Além disso, a atualização da página da Tesla excluiu o preço de US$ 10 mil (R$ 54 mil) do pacote Full-Self Driving (FSD).

Agora, a Tesla menciona na página apenas algumas das especificações principais, como uma capacidade de reboque de mais de 6,3 toneladas e performance de 2,9 segundos no sprint de 0 a 96 km/h. Ou seja, especificações associadas ao Cybertruck tri motor topo de linha.

Tela do site da Tesla na página do Cybertruck atualizada
Reprodução

Aliás, ao clicarmos no botão de compra, somos direcionados para uma página “vazia”, em construção. Esta condição permanece até esta manhã de sexta-feira (15/10).

Leia mais:

O que esperar

Um movimento como esse de exclusão de especificações e preços do Cybertruck pode significar que a Tesla não planeja necessariamente lançar a caminhonete com tais opções, configurações e valores específicos. Ou melhor, que as características dos modelos e seus preços devem mudar.

Esta seria uma especulação positiva, ou seria má notícia? Talvez este acontecimento pode ter deixado os mais de 1,25 milhão de proprietários de pré-pedidos (sendo muito pouco destes os que preferiram o modelo mais básico) um pouco incomodados.

Especula-se que o preço base de US$ 39.900 pode ter se tornado inimaginável, inclusive após alguns dos recentes aumentos de preço de veículos como o Model 3. Seria difícil imaginar a Tesla vendendo o Cybertruck básico por menos de US$ 40 mil quando o modelo 3 começa com US$ 42 mil.

Além disso, a escassez global de chips, a pandemia e a necessidade de redesenhar muitos recursos da caminhonete elétrica podem estar sendo relevantes para tantas mudanças. O próprio Musk, ao anunciar o atraso das entregas do Cybertruck citou os motivos, já bem conhecidos: a pandemia e a crise mundial dos chips.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.