Assim como a Apple, a Microsoft pode desenvolver o seu próprio processador em breve. A desenvolvedora do Windows publicou uma lista de vagas de empregos para a divisão de tablets e computadores Surface em busca de profissionais que trabalhem com a arquitetura ARM em System-On-a-Chip (SoC).

Os processadores do tipo SoC ficaram muito populares após se tornarem o padrão da indústria de tablets e smartphones, em que um único chipset é responsável por todas as funções do dispositivo, como processamento, controle de energia e chamadas, processamento rápido etc. E embora já existam dispositivos Surface baseados nesta tecnologia, foi somente com a chegada dos processadores M1 da Apple que o modelo se mostrou viável para laptops e até mesmo desktops de alto desempenho.

publicidade

Assim, a lista de empregos sugere que a Microsoft esteja interessada em criar um concorrente aos processadores M1, principalmente com a chegada do M1X para a nova linha de MacBooks Pro, prevista para o próximo dia 18 de outubro.

Leia mais:

Microsoft possui outros produtos baseados em ARM

Apesar da divulgação dos cargos, a Microsoft não se manifestou sobre qual é o projeto destinado para estes profissionais. Vale lembrar que além de modelos como o Surface Laptop 4, outros produtos da Microsoft utilizam a arquitetura ARM, como é o caso do Xbox Series X que conta com um processador personalizado da AMD.

Esta parceria já existente com a AMD pode significar que, diferentemente da Apple que utilizou o M1 para se desvencilhar da Intel, a estratégia da Microsoft seja diferente, tomando a parceria de outras empresas para a criação de um processador em conjunto.

Apesar dos rumores, ainda é cedo para saber quais sãos as intenções da Microsoft e novos modelos Surface só devem chegar ao mercado em meados de 2022.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!