O ex-secretário de Estado dos EUA, Colin L. Powell, faleceu vítima de Covid-19 na madrugada desta segunda-feira (18), aos 84 anos. Primeiro negro a ocupar tal cargo, Powell era homem de confiança do ex-presidente George W. Bush durante seu primeiro mandato e foi um dos principais arquitetos da invasão estadunidense no Iraque.

EUA covid-19
Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA. Imagem: Shutterstock

Em quatro décadas de vida pública, o ex-secretário também serviu as Forças Armadas do país, além de ocupar funções como diplomata e conselheiro de segurança nacional. Seu discurso nas ONU em 2003 facilitou a entrada dos Estados Unidos no Iraque durante a guerra.

publicidade

Leia mais:

A família de Powell informou que ele morreu de complicações causadas pela Covid-19. O estadunidense estava totalmente vacinado e foi tratado no Centro Médico Militar Nacional Walter Reed.

Covid-19: estrangeiros vacinados vão poder entrar sem restrições nos EUA

Os Estados Unidos vão suspender totalmente as restrições para a entrada de estrangeiros que estejam vacinados e viajem até o país a partir de 8 de novembro. Qualquer imunizante aprovado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) vai ser aceito pelas autoridades, o que inclui todas as vacinas em uso no Brasil.

Para viajar até o país, é preciso estar com o comprovante de vacinação com o ciclo de imunização completo e um teste de Covid-19 negativo feito até três dias antes do embarque para quem for de avião. Quem atravessar por terra, vindo do Canadá ou México, não vai precisar do teste, apenas da carteira de vacinação.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!