A Apple anunciou nesta segunda-feira (18/10) 0 lançamento da nova geração do MacBook Pro com modelos baseados nos processadores M1 Pro e M1 Max e não demorou para que as primeiras especificações dos dispositivos aparecessem no Geekbench.

De acordo com a plataforma, o novo MacBook Pro com M1 Max chega a ser duas vezes mais rápido que os seus antecessores. O chip apresenta uma pontuação no single-core de 1749 e uma pontuação multi-core de 11542, que oferece o dobro do desempenho mult-core do chip M1 do MacBook Pro de 13”.

publicidade

Seguindo estes números, o M1 Max supera todos os outros chips da Apple, com exceção dos modelos Mac Pro e iMac equipados com chips Xeon de 16 a 24 núcleos da Intel. A pontuação de 11542 multi-core está no mesmo nível do Mac Pro do final de 2019, que utiliza um Intel Xeon W-3235 de 12 núcleos.

Ainda de acordo com o GeekBench, para execução dos testes, o MacBook avaliado utilizou a versão 12.4 do macOS. Com a chegada dos modelos às lojas devemos ver outras análises de performance dos chips M1 Max e M1 Pro nas próximas semanas.

Apple M1 Max é duas vezes superior aos chips antigos da Apple. Imagem: Geekbench
Apple M1 Max é duas vezes mais rápido que a primeira geração dos chips M1 Apple. Imagem: Geekbench

MacBook Pro

Os novos Macbooks Pro foram apresentados ao público durante o evento de outono (no hemisfério norte) da Apple.  Os novos modelos contam com versões  16,2 polegadas e outro de 14,2″ polegadas, e pelo menos no Brasil, eles serão um produto de alto luxo com preços a partir de R$ 26.999, mas é o preço que se paga para ter uma tecnologia de ponta como a dos novos processadores e das novas telas.

Leia mais:

Durante o evento, a fabricante apresentou duas novas variantes dos seus processadores baseados em arquitetura ARM, chamados de M1 Pro e M1 Max. Ambos continuam com o mesmo processo de fabricação de 5 nanômetros, mas o espaço que ocupam é maior, muito maior. Os MacBooks com o M1 Pro podem ser configurados com até 32 GB de RAM, e os modelos com o M1 Max, até 64 GB.

Além do salto de desempenho, os novos MacBooks Pro chamam a atenção pelo design renovado, e o teclado com a volta das teclas físicas no lugar da (agora finada) Touch Bar.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!