O jogo ‘Dying Light’ é proibido na Alemanha. O banimento do game da Techland no país, porém, não atrapalha apenas jogadores do país. A proibição dificultou a aquisição de jogadores de outros lugares da Europa e de países como Austrália e Nova Zelândia adquirirem a edição de platina do título para Nintendo Switch, lançada nesta quarta-feira (20).

A versão digital do jogo não está disponível nestes lugares porque a sede europeia da Nintendo fica na Alemanha. Além das compras do continente, as dos dois países da Oceania são concentradas lá. O jogo de tiro, luta e aventura em plataforma já havia sido lançado para os consoles PlayStation 4 e Xbox One e também para PC.

publicidade

Leia mais:

A Alemanha tem uma longa história de proibição de videogames violentos. ‘Dying Light’ é proibido no país desde 2015, por causa da abordagem que faz do local no conteúdo o jogo, algo que sempre foi um problema por lá. Já aconteceu, inclusive, de desenvolvedores dos anos 1998 e 1990 substituírem o sangue por pixels verdes em games.

O país conta com Leis de Proteção à Juventude, tornando as classificações indicativas bastante rígidas. Essa regulamentação chegou a ser flexibilizada recentemente. Jogos como ‘Wolfenstein’ acabaram sendo liberados para lançamento lá, onde representações nazistas reduzem as chances de venda.

Dying Light 2
A edição de platina de ‘Dying Light’ chegou agora para o Nintendo Switch. Imagem: Twitter @DyingLight/Reprodução

“Devido à natureza do conteúdo, a versão digital do jogo está atualmente proibida na Alemanha, onde o e-Shop europeu está oficialmente registrado. Isso está impossibilitando a distribuição oficial do jogo em países europeus e também na Austrália e na Nova Zelândia. No momento, estamos trabalhando com nosso parceiro e autoridades locais para remover a proibição o mais rápido possível”, publicou a Techland no fórum Reddit.

Apesar de não conseguir a versão digital, jogadores de ‘Dying Light’ da Europa, Austrália e Oceania que desejarem a edição platina do jogo podem obter uma cópia física. Exceto, claro, aqueles que moram na Alemanha.

Via: Kotaku

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!