Por mais que estejamos passando por uma pandemia e também por uma contínua escassez de chips, a Tesla não se abalou e continuou ganhando bastante dinheiro. Na quarta-feira (20), a empresa informou que teve um lucro líquido de US$ 1,62 bilhão, que é cinco vezes mais do que no ano passado. 

A receita operacional da Tesla cresceu cerca de 54% no último trimestre, chegando a US$ 2 bilhões. Os executivos da empresa apontaram as vendas recordes tanto do Modelo 3 quanto do Modelo Y, totalizando 232.102 unidades entregues durante o terceiro trimestre de 2021.

publicidade

No geral, as entregas cresceram no terceiro trimestre em 20% em comparação com o trimestre anterior e aumentaram em cerca de 70% no terceiro trimestre de 2020. Além disso, a Tesla segue seu lançamento beta FSD City Streets e quer “continuar a monitorar os dados da frota de perto para ajudar a facilitar um lançamento tranquilo”, segundo sua atualização trimestral.

Pensando no futuro, a Tesla estima atingir um crescimento médio anual de 50% nas entregas de veículos “em um horizonte de vários anos” e alcançar margens operacionais “líderes do setor”. Já no curto prazo, “a produção do quarto trimestre dependerá muito da disponibilidade de peças, mas estamos buscando um crescimento contínuo”, contou o CFO da Tesla, Zachary Kirkhorn.

Leia mais:

A grande marca lançou uma iteração mais simplificada de seu aplicativo de carro que “ativa a tecla do telefone para vários veículos simultaneamente, permite que os comandos sejam enviados ao veículo imediatamente após a abertura do aplicativo e integra a compra de atualizações, assinaturas e acessórios.”  

Imagem mostra o logotipo da montadora de carros elétricos Tesla na fachada de um prédio
Crédito: Vitaliy Karimov/Shutterstock

“A Tesla continua a quebrar moldes nesses segmentos de veículos [existentes] e esperamos fazer isso com cada novo produto”, disse Martin Viega, Diretor Sênior de Relações com Investidores da Tesla.

De acordo com ele, eventualmente será expandido a linha de veículos para chegar a volumes maiores: “Acreditamos que precisaremos estar em todos os segmentos principais em sedans de pequeno e médio porte, SUVs e caminhões para fazer isso junto com , é claro, o enorme espaço do táxi Robo.”

Fonte: Engadget

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!