Um novo método experimental para tratar a depressão mostrou resultados positivos após mais de um ano de testes em uma paciente com a forma severa da doença. O dispositivo chamado NeuroPace RNS funciona como um “marcapasso cerebral” que passou todo o período de uso enviando impulsos elétricos para regiões específicas do cérebro de Sarah, paciente voluntária que não teve sua identidade revelada.

“Funciona em um modo automatizado, onde mantém a depressão de uma forma que não está presente, como um termostato doméstico,” disse Andrew Krystal, professor de psiquiatria da University of California San Francisco (UCSF), à CNET. “Enquanto um termostato pode manter sua temperatura no nível de sua casa, isso impede que a depressão aumente. Quando ela começa a aumentar, a estimulação entra em ação e a normaliza.”

publicidade

O aparelho, também chamado de caixa preta, foi implantado na cabeça de Sarah e, segundo informações do site de notícias, monitorou os impulsos cerebrais por 10 dias definindo o padrão que ocorre quando seus sintomas de depressão surgem. Assim, foi possível estimular diferentes áreas de seu cérebro e rastrear suas mudanças de humor. 

Tratamento experimental com ‘marcapasso cerebral’ alivia depressão severa em paciente. Imagem: Maurice Ramirez/UCSF

“Quando os pesquisadores implantaram o dispositivo e o ligaram pela primeira vez, minha vida deu uma guinada imediata para cima”, disse Sarah ao CNET. “Hobbies que eu costumava me distrair de pensamentos suicidas de repente se tornaram prazerosos novamente. Eu era capaz de tomar pequenas decisões sobre o que comer sem ficar preso em um pântano de indecisão por horas”, contou.

Leia mais!

O estudo da nova terapia experimental, publicado na revista Nature Medicine, é conhecido como estimulação cerebral profunda ou DBS e já é usado para tratar a epilepsia. No entanto, essa é a primeira vez que a tecnologia é usada para o tratamento de depressão.

Segundo a UCSF, a equipe pretende realizar o mesmo teste em ainda, pelo menos,12 pacientes com depressão.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!