As ações da Microsoft subiram 2% no pregão desta terça-feira (26) após a Big Tech — que recentemente comprou mais uma startup — divulgar os seus ganhos fiscais referentes ao terceiro trimestre de 2021. 

No total, a receita obtida no período pela gigante dos softwares foi de US$ 45,32 bilhões (cerca de R$ 252 bilhões) — ligeiramente acima dos US$ 43,97 bilhões previstos pelos analistas. A receita anual da empresa também aumentou quase 22%, o crescimento mais rápido visto desde 2018. 

Leia mais:

Nuvem da Microsoft cresceu 50%

Microsoft Azure, a nuvem pública da empresa
Azure e outros serviços em nuvem cresceram 50%. Imagem: DANIEL CONSTANTE/Shutterstock

O segmento de nuvem da Microsoft, que inclui a nuvem pública Azure, serviços empresariais, GitHub, SQL Server, System Center, Visual Studio e Windows Server, gerou receita de US$ 16,96 bilhões, um aumento anual de 31%.

publicidade

A Microsoft disse que o Azure e outros serviços em nuvem cresceram 50% no trimestre frente ao mesmo período de 2020. Segundo um levantamento da Cnbc, a previsão era de um crescimento de 47%.

O resultado foi mais robusto do que a própria Microsoft havia previsto. Vale destacar que a empresa não divulga a receita do Azure em números. Para o próximo trimestre fiscal, a meta é manter um crescimento “saudável e amplo” da plataforma.

Enquanto isso, a divisão de ‘Produtividade e Processos de Negócios’ (Dynamics, LinkedIn e Office) respondeu por US$ 15,04 bilhões em receita, um aumento de 22%.

Já a divisão de PC (Windows, dispositivos, jogos e publicidade em buscas) registrou US$ 13,31 bilhões, um aumento de 12% — também acima dos US$ 12,72 bilhões previstos pelos especialistas. 

Para o segundo trimestre fiscal, a empresa visa acelerar o setor com as vendas do Windows para fabricantes de dispositivos.

Por fim, vale destacar que as ações da Microsoft acumulam alta de 39% em 2021, enquanto o seu índice S&P 500 (composto por quinhentos ativos cotados nas bolsas de NYSE ou NASDAQ) subiu cerca de 22%.

Fonte: Cnbc

Créditos da imagem principal: Ken Wolter/Shutterstock

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!