Nesta segunda-feira (8), o vulcão Cumbre Vieja entrou em seu 49º dia de erupções ininterruptas em La Palma, nas Ilhas Canárias, Espanha. E, há alguns dias, um político do arquipélago apresentou uma sugestão, no mínimo, inusitada para conter os fluxos de lava: lançar uma bomba sobre o vulcão.

De acordo com o Live Science, Casimiro Curbelo, presidente do conselho municipal da ilha de La Gomera, vizinha a La Palma, em entrevista à Rádio Faycán, levantou essa possibilidade: “Não existe um avião que poderia voar e lançar [uma bomba]? Ela chega, cai e explode. E manda a lava em uma direção diferente? Talvez seja uma loucura, mas tenho a impressão de que do ponto de vista tecnológico deveria ser experimentado”.

publicidade
Casimiro Curbelo, presidente do conselho municipal da ilha de La Gomera. Imagem: Cedar02 – Wikimedia Commons

A sugestão de Curbelo despertou críticas e, como não poderia deixar de ser, produziu uma série de memes nas redes sociais. Em uma das principais brincadeiras ele aparece no papel de Bruce Willis, em Armageddon (filme onde o personagem de Willis ficou encarregado de deter um asteroide que estava em rota de colisão com a Terra usando uma bomba nuclear).

Proposta de Curbelo para conter vulcão Cumbre Vieja não é totalmente improcedente

De acordo com o Live Science, no entanto, apesar de ter sido motivo de chacota, a proposta bizarra de Curbelo não é totalmente sem precedentes. Em 1935, quando o magma do vulcão Mauna Loa, no Havaí, começou a se espalhar perigosamente perto da cidade de Hilo, o exército dos EUA lançou 20 bombas no rio de lava. 

Após o bombardeio, o fluxo de lava parou, mas o sucesso da missão foi contestado – tanto os pilotos quanto os geólogos que voaram na missão de bombardeio acreditavam que o fluxo já estava diminuindo independentemente da ação. Avaliações posteriores feitas pelo Serviço Geológico dos EUA (USGS) apoiam a conclusão de que a interrupção foi uma coincidência. 

Leia mais:

Mais recentemente, em 1983, uma tentativa com mais êxito foi feita usando dinamite para desviar o fluxo de lava do Monte Etna, então em erupção, para longe de um vilarejo próximo. Os engenheiros colocaram cerca de 408 kg de explosivos, encerrados em tubos refrigerados a água, ao lado do fluxo. O objetivo era explodir o rio de lava em uma trincheira artificial. 

Embora o experimento tenha sido bem-sucedido, a explosão também dividiu outra parte do fluxo, mandando muitos moradores locais para a montanha com pás para lidar com os novos rumos imprevisíveis do escoamento de lava.

Curbelo não teve sua sugestão respondida nem pelos militares espanhóis nem pelo primeiro-ministro espanhol Pedro Sanchez. No entanto, Sanchez prometeu acelerar as entregas de ajuda aos residentes devastados.

Erupção mais longa da história do vulcão

Ao entrar em seu 47º dia de atividade, no último sábado, o Cumbre Vieja quebrou seu recorde de tempo em erupção. Estimativas dão conta de que ele pode passar de 80 dias em atividade.

A erupção não causou nenhuma morte e a vida permaneceu relativamente tranquila para os 85 mil residentes que vivem longe do lado oeste da ilha, região gravemente afetada.

De acordo com a última pesquisa realizada pelo sistema de satélite europeu Copernicus, a lava já destruiu mais de 2.510 edifícios e, agora, cobre 9,4 quilômetros quadrados de área. A ilha vem se preparando para ainda mais destruição, devido a uma série de terremotos sentidos nos últimos dias.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!