A Volkswagen anunciou na última sexta-feira (5) uma série de investimentos na América Latina. Os aportes financeiros vão até 2026 e somam cerca de R$ 7 bilhões. 

Vale lembrar que a empresa também está investindo pesado em transporte autônomo e já vinha injetando bilhões na região desde 2017, o que foi fundamental para a montadora conseguir renovar parte do seu portfólio de veículos.

publicidade

Apesar de a companhia alemã ainda não ter detalhado como os investimentos serão distribuídos, o que se sabe é que o novo programa prevê para 2023 o lançamento de carros compactos do segmento de entrada, o primeiro deles será o Polo Track, que será fabricado em Taubaté, interior de São Paulo.

Durante o anúncio, o presidente da Volkswagen na América Latina, Pablo Di Si, revelou que o programa abre “um novo capítulo de investimentos” para a marca.

Parte do plano de investimentos também prevê investimentos em negócios digitais e em pesquisas na área de biocombustíveis.

Fonte: Estadão

Volkswagen firmou protocolo para o desenvolvimento de biocombustíveis

Em um acordo pela descarbonização da frota automotiva do Brasil, a Volkswagen e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) assinaram um novo protocolo de metas.

O plano, segundo comunicado da VW, será feito “promovendo articulações com entidades, desenvolvendo parcerias, disponibilizando instrumentos de apoio financeiro e propondo ações que intensifiquem o estudo de soluções tecnológicas sustentáveis baseadas no uso de energia limpa”.

O acordo pela estratégia dos biocombustíveis também está em sintonia com uma recente iniciativa conjunta tomada pelas associações da indústria automotiva e canavieira.

Créditos da imagem principal: Yang Zhen Siang/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!