O Galaxy S22 pode ser lançado pela Samsung com mais países recebendo a versão do aparelho com processador Snapdragon. Este movimento pode ser uma mudança interessante para o usuário, já que o chip criado pela Qualcomm tende a entregar algum ganho em desempenho, além de garantir maior entrega de chips para os celulares chegarem aos clientes.

Por algum motivo ainda não muito claro, a Samsung continua lançando seus smartphones em duas versões, mudando o processador. Este tipo de atitude leva um ou outro aparelho para alguns países, é muito comum nos Galaxy S e deve continuar acontecendo no Galaxy S22, mas com a balança pendendo mais para o lado da Qualcomm.

publicidade

Leia também

Galaxy S22 ou S22 Pro (Imagens: 91Mobiles/OnLeaks)
Galaxy S22 ou S22 Pro (Imagens: 91Mobiles/OnLeaks)

Os rumores mais recentes sobre o Galaxy S22 e sua família de celulares envolvem mais países recebendo os smartphones com processadores Snapdragon 898, mas ainda garantindo espaço considerável para os modelos equipados com Exynos 2200 – que tende a ser a escolha para o Brasil, ao menos é o que vem acontecendo nos últimos lançamentos.

Galaxy S22 com Snapdragon pode ser reflexo da escassez de chips

Este cenário, se confirmado, pode ser um caminho contrário ao trilhado por outras empresas como o Google, Apple e Huawei, que criaram seus próprios processadores para justamente diminuir a dependência de outro fabricante para entregar o componente.

Também pode representar a manutenção da dificuldade de fabricação dos chips, graças ao problema de escassez mundial de componentes que começou quando a pandemia de COVID-19 chegou com força na Ásia, onde estes processadores são manufaturados.

O Galaxy S22, junto de toda variedade de modelos dentro da mesma linha, deve ser anunciado ao público no dia 8 de fevereiro do ano que vem, com a pré-venda já começando no mesmo dia. Antes disso, em janeiro, a Samsung deve mostrar ao mundo o Galaxy S21 FE e começar a comercializar o aparelho no mesmo momento.

Via: PhoneArena.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!