O diretor executivo do Programa de Emergências de Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan, afirmou que a batalha da Europa, que vive uma nova onda da Covid-19, é uma “chamada de alerta” para o resto do mundo.

“É muito importante refletir sobre o exemplo da Europa, que representou mais da metade dos casos globais na semana passada, mas essa tendência pode mudar” disse Ryan. “Basta olhar para a curva epidemiológica da montanha-russa para saber que, quando se desce a montanha, geralmente se está prestes a subir outra”, acrescentou.

publicidade

De acordo com informações da Agência Brasil, o aumento registrado de novas infecções dentro do território europeu demonstra uma tendência. No início deste mês, o mundo ultrapassou 5 milhões de mortes desde o começo da pandemia, marca que o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, chamou de “novo limiar doloroso”.

Máscara contra a covid-19
OMS diz que nova onda de Covid-19 na Europa é alerta para o mundo. Créditos: Oleksii Synelnykov/Shutterstock

Com a aproximação do inverno, inclusive, clima propício para a disseminação do vírus, governos europeus estão em vigilância e a retomada de medidas mais restritivas podem ser aplicadas.

Entre os locais já se movimentando devido à tendência para uma nova onda de coronavírus estão Alemanha, França, Leste Europeu, Áustria, Dinamarca e Reino Unido. Segundo um assessor do governo de Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unindo, o país está “muito longe” de pensar num confinamento de inverno, no entanto, reforçou a necessidade do reforço vacinal.

Leia mais!

Na Áustria, qualquer evento com mais de 25 pessoas, a partir do final da próxima semana, passa a ser ilegal. Pessoas que não foram vacinadas também não poderão frequentar bares e restaurantes.

O governo da Dinamarca também propôs algo parecido, o “passe corona” digital. O documento deverá ser apresentado pelos dinamarqueses para entrar nos estabelecimentos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.