Uma das funções mais antigas do YouTube vai mudar. Agora, não vai mais ser possível medir a rejeição de um vídeo através do número de dislikes. Apesar do botão continuar ativo, apenas os criadores vão conseguir visualizar o número de reações negativas em um vídeo.

Apesar da mudança nos dislikes, o número de likes continua sendo exibido. A alteração deve começar a a aparecer aos poucos para todos os usuários a partir desta quarta-feira (10). Desde março, o YouTube diz que busca formas de ocultar esses números do público.

publicidade

Segundo o YouTube, a contagem de antipatia é usada muitas vezes para medir a qualidade de um vídeo e um número grande de espectadores deixam de ver um conteúdo com alto grau de avaliações negativas. Agora, apenas os criadores terão acesso a essa métrica.

Fim dos dislikes no YouTube

De acordo com a plataforma, o botão não vai ser removido pois ainda é importante para alguns produtores de conteúdo ver se aquele vídeo agrada aos espectadores ou não. Quem assiste ainda pode enviar um comentário privado que só pode ser lido pelos administradores do canal.

Leia mais!

“Ouvimos diretamente de criadores menores e daqueles que estão apenas começando que eles são injustamente visados ​​por esse comportamento – e nosso experimento confirmou que isso ocorre em uma proporção maior em canais menores”, disse a plataforma.

Esse tipo de mudança não é nova nas redes sociais. Recentemente, o Instagram e o Facebook passaram a permitir que os usuários ocultem a contagem de likes, como uma forma de evitar pressão social. No entanto, no YouTube, os likes ainda vão aparecer e apenas as reações negativas vão ser removidas.

A própria plataforma de vídeos já sofreu nas mãos de seu contador de antipatia. O vídeo com o maior número de deslizes da história do YouTube é da própria empresa: o Rewind de 2018, uma espécie de retrospectiva de conteúdos e criadores que fizeram sucesso naquele ano. Há algumas semanas, a rede social disse que não vai mais fazer o tradicional Rewind anual.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!