Uma nova versão eletrificada de uma Suzuki Burgman foi flagrada nas ruas da Índia, no que parece ser um teste antecipado antes do lançamento oficial da altamente antecipada versão elétrica da scooter da marca.

O novo automóvel, fabricado pela subdivisão indiana da montadora, está direcionado a princípio para o mercado local, que possui alta adesão pelo público, com marcas como Ola Electric e Simple.

publicidade

Também conhecida como “Skywave” no Japão, uma versão à gasolina da Burgman, a Street 125, rodou no Brasil em duas versões — 2006 e 2019 — mas sua produção foi extinta por aqui.

Mas isso está longe de ser um sinal de fim dos tempos para a motinha, cuja versão elétrica possui várias similaridades no design com sua contraparte à combustão. O novo modelo, cujo nome ainda não foi anunciado, possui uma combinação de cores azul e branca, para diferenciá-lo da Burgman Street 125. As rodas frontais e traseiras da scooter são de 12 e 10 polegadas, respectivamente.

Na parte da frente, um garfo telescópico fará a conexão entre o pneu e a condução, e o sistema de freios será a disco. Na traseira, duas suspensões de absorção de impacto estão instaladas, junto a um sistema de freio a tambor. Outras especificações ainda não estão claras.

“Burgman elétrica” pode chegar ao mercado global

A divisão indiana da Suzuki possui data para lançamento de um modelo ainda não confirmado, 18 de novembro — o qual pode muito bem ser a nova “Burgman elétrica”. O lançamento do novo trem de força deve custar um pouco mais do que a média dos modelos à gasolina presentes no mercado indiano.

Embora as estruturas do novo modelo pareçam adaptadas para as estradas da Índia, é possível que o trem de força tenha desdobramentos globais, e o modelo, tal como as concorrentes, sejam exportados para o mundo. Se isso significa a volta de uma Suzuki Burgman em nossas ruas, bem, aí é cedo demais para dizer.

Imagem: Morio/Wikimedia Commons/CC

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.