Nesta quarta-feira (10), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu o pedido de autorização para uso emergencial da vacina Convidecia, produzida pelo laboratório CanSino. Agora, a agência possui até sete dias para analisar a solicitação.

Segundo a agência, nas primeiras 24 horas, o processo será submetido à triagem em que se averiguará se os documento exigidos foram apresentados. Em nota, eles afirmam que ”este prazo não considera o tempo do processo em status de exigência técnica, que é quando o laboratório precisa responder questões técnicas feitas pela Agência dentro do processo”.

publicidade

O imunizante contra a Covid-19 é fabricado na China e é aplicado em uma única dose. Outra empresa também chegou a pedir autorização emergencial de uso da vacina Convidecia em maio de 2021. Porém, a Anvisa encerrou o processo após a farmacêutica encerrar a relação comercial com a representante do laboratório no Brasil.

Fonte: O Globo

Leia também!

Chinesa CanSino anuncia vacina com 65,7% de eficácia com dose única

Mais uma vacina candidata anunciou resultados animadores em estudos de fase 3. Agora foi a vez da CanSino, laboratório chinês, que revelou uma eficácia de 65,7% na prevenção de casos sintomáticos de Covid-19, o que é um número forte quando se coloca na balança uma vantagem logística: a marca foi alcançada com apenas uma dose da vacina.

Este resultado coloca a vacina da CanSino lado a lado com a da Johnson & Johnson como as únicas a demonstrarem eficácia com apenas uma dose.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!