Na quinta-feira (11), a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou o registro de dois medicamentos contra a Covid-19, chamado Ronapreve, desenvolvido pelas companhias Regeneron e Roche, e Regkirona, da farmacêutica sul-coreana Celltrion. A EMA recomenda que a Comissão Europeia avance com a licença para os dois tratamentos contra a doença, que se tornariam os primeiros medicamentos com anticorpos monoclonais com autorização de comercialização na União Europeia (UE).

O Ronapreve combina os anticorpos monoclonais casirivimab e imdevimab, para tratar da Covid-19 adultos e adolescentes com mais de 12 anos. Em fevereiro, a EMA já havia emitido uma opinião científica para todos os países da UE, validando o usa dessa combinação ao considerar que os efeitos secundários foram leves ou moderados.

publicidade

Porém, o posicionamento na época só buscava ajudar na tomada de decisões pelas autoridades de saúde nacionais, já hoje, é uma recomendação à licença para uma companhia farmacêutica específica.

Leia mais:

Segundo as análises, o medicamento é efetivo para adultos que não precisam de oxigênio suplementar e apresentam maior risco de desenvolver sintomas graves. Além disso, a agência europeia está analisando outros seis tratamentos para a Covid-19, como o molnupiravir, conhecido com Lagevrio o MK 4482, desenvolvido pela companhia americana MSD e junto com a empresa de biotecnologia Ridgeback Biotherapeutics.

Fonte: UOL

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!