A Uber divulgou na última semana os seus resultados referentes ao terceiro trimestre fiscal de 2021. Um dos destaques foi o salto no prejuízo líquido da empresa, agora calculado em US$ 2,4 bilhões. Em contrapartida, a renda bruta em mobilidade urbana foi de US$ 9,9 bilhões, um crescimento de 67% frente ao mesmo período de 2020.

Vale ressaltar que o prejuízo é bem maior que o visto no terceiro trimestre do ano anterior, que era até então de US$ 1,09 bilhão. A queda nos investimentos, segundo a Uber, foi um dos fatores que contribuíram para esse resultado.

publicidade
Celular com a logo da Uber
Além de apresentar os resultados financeiros, a Uber também anunciou uma estratégia para contornar os preços elevados das corridas. A volta do Uber Juntos. Imagem: Proxima Studio/Shutterstock

Desde o início da pandemia, a companhia também enfrenta outros problemas, como a queda no número de motoristas e na demanda por corridas. Com isso, as taxas para os usuários do seu aplicativo de transportes também subiram, bem como o tempo de espera — os preços estão cerca de 20% maiores em relação ao ano passado.

Nos Estados Unidos, a Uber já está conseguindo reverter a falta de motoristas, com um aumento de 60% no número de cadastros no terceiro trimestre deste ano.

Apesar do salto no prejuízo, o lucro EBITDA da empresa (calculado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em US$ 8 milhões, uma boa notícia frente a perda de US$ 507 milhões no EBITDA vista no segundo trimestre.

Leia mais:

Uber Juntos de volta à ativa

Além de apresentar os seus resultados financeiros, a Uber também anunciou uma nova estratégia para tentar contornar os preços elevados das corridas. Nos Estados Unidos, o ‘Uber Juntos’, que permite compartilhar corridas, pode ser reativado.

Vale lembrar que a modalidade, que permite que até três passageiros dividam o custo de uma corrida, foi descontinuada em março do ano passado em virtude da pandemia. Com a queda dos casos e o avanço da vacinação contra Covid-19, a empresa avaliará o retorno do serviço.

Por fim, o serviço de delivery Uber Eats foi o que apresentou mais retorno à companhia, com receita bruta de US$ 12,8 bilhões, um salto de 50% frente a 2020.

Via: Tech Crunch, The Verge

Créditos da imagem principal: Alexander Kirch/Shutterstock

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!