Seguindo como foi em agosto com o e-tron GT e o RS e-tron GT, um Audi RS6 e-tron mais potente poderá chegar acompanhando o A6 e-tron, esperado para 2023. Em vez dos 470 cv e 800 Nm da versão padrão debitados em dois motores, o possível irmão deve ascender a 600 cv e 830 Nm, reforçando o caminho da empresa rumo a uma maior oferta de modelos elétricos para os próximos anos.

Buscando lançar seu último carro com motor de combustão interna em 2026, a maioria dos modelos da Audi nos próximos anos fará a transição para energia elétrica, incluindo os da divisão Audi Sport (responsável pelos seus emblemas S e RS). Os planos mais amplos da empresa são de oferecer mais de 20 modelos elétricos em todo o mundo até 2025, com os EVs representando 40% de suas vendas.

publicidade

Aproveitando recursos da plataforma premium

É onde se encaixa a provável chegada de um RS6 e-tron já para 2023 acompanhando o A6 e-tron, que apareceu no meio do ano no Salão de Shangai. A Audi apresentou o veículo como seu primeiro produto sobre a nova plataforma para elétricos (EVs) do grupo Volkswagen, a Premium Platform Electric (PPE).

Desenvolvida em parceria com a Porsche, a PPE é a mesma base do Audi Q6 e-tron e do Porsche Macan EV. Além de apresentar uma total flexibilidade no que diz respeito ao comprimento da distância entre eixos e capacidade da bateria, a plataforma PPE é capaz de aceitar taxas de carregamento rápido de até 270 kW, podendo resultar em quase 300 km de alcance em apenas 10 minutos.

Sob a plataforma PPE, o conceito A6 e-tron pode acomodar uma bateria de 100 kWh, o que é bom para um alcance declarado de cerca de 700 km nesta aplicação. O RS6 e-tron não será capaz de se igualar a esse número, porém, como a bateria em si está espalhada pelo chão da cabine e as rodas empurradas para os cantos, o EV oferecerá espaço interno e capacidade de carga comparáveis ​​aos do RS6 de hoje.

O RS6 e-tron deverá oferecer também recursos mais sofisticados, como suspensão a ar, direção na roda traseira e vetorização de torque. Além disso, este segundo carro elétrico com o selo RS, após o RS e-tron GT Sedan, deverá levar um pouco mais de três segundos em um sprint de 0 a 100 km/h.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.