Perto do fim do programa, a Caixa liberou o saque da última parcela do Auxílio Emergencial nesta terça-feira (16) para os nascidos em setembro. O valor já havia sido depositado anteriormente na conta digital do banco.

O benefício se encerra oficialmente nesta sexta-feira (19), com a liberação dos saques da última parcela para os nascidos em dezembro. O valor depositado varia de R$ 150 a R$ 375 dependendo da família.

publicidade

Lembrando que, inicialmente, o valor é liberado na conta digital da Caixa, onde pode ser usado para pagar contas e outras tarifas, mas não pode ser sacado. Por isso existem duas datas: de depósito e de saque.

Confira o calendário do Auxílio Emergencial:

Calendário dos saques da sétima parcela do Auxílio Emergencial 2021
Imagem: Divulgação/Caixa

O Auxílio Emergencial foi criado em abril de 2020, no início da pandemia da Covid-19 no Brasil, e seu maior intuito era auxiliar famílias que tiveram a renda comprometida por conta das medidas necessárias para contenção da doença que impactaram a economia nacional.

A partir desta quarta-feira (17), entra em vigor o Auxílio Brasil, que substitui o Bolsa Família e deve englobar cerca de 14,6 milhões de pessoas. O cronograma seguirá o mesmo do Bolsa Família, com o pagamento de acordo com o final do NIS (Número de Identificação Social). Todas as pessoas cadastradas no programa antigo já estarão inclusas no novo.

Leia mais:

O valor deve ser de R$ 217,18 mensais, após a correção. O governo diz que, em dezembro, espera pagar R$ 400, valor que será mantido até dezembro de 2022. Lembrando que o novo benefício não contempla todo o público do Auxílio Emergencial.

O auxílio estava previsto inicialmente para ter quatro parcelas. O Governo Federal, no entanto, anunciou a segunda fase de transferências da prorrogação do benefício, que agora terá sete parcelas conforme estipulado no Decreto 10.740 do dia 5 de julho. No total, já foram desembolsados R$ 40,5 bilhões.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!