A missão Crew-4 teve a sua tripulação confirmada pela agência espacial norte-americana (Nasa). Irão para a Estação Espacial Internacional (ISS) os astronautas norte-americanos Robert Hines e Kjell Lindgren, a astronauta norte-americana Jessica Watkins (todos da Nasa) e a italiana Samantha Cristoforetti, da agência espacial europeia (ESA).

De todos eles, Lindgren e Cristoforetti são os únicos que retornam à ISS: ele esteve na estação em 2015, enquanto ela visitou a estrutura um ano antes, em 2014, quando se tornou a primeira mulher italiana no espaço e estabeleceu o recorde europeu de permanência ininterrupta no espaço: 199 dias e 16 horas.

publicidade

Leia também

As missões nomedas “Crew” são coordenadas em conjunto entre a Nasa e ESA, com auxílio operacional da SpaceX – no que as partes chamam de “Commercial Crew Program”. A empresa fundada e liderada por Elon Musk usa seus foguetes Falcon 9 e as naves Crew Dragon para levar e trazer de volta os astronautas que viajam nessas expedições.

“Por mais de 21 anos, os humanos têm vivido e trabalhado continuamente na Estação Espacial Internacional localizada na órbita baixa do nosso planeta, avançando o conhecimento científico, experimentando novas tecnologias e promovendo descobertas em pesquisas impossíveis na Terra”, diz trecho do comunicado da Nasa.

“Por meio do Commercial Crew Program e diversos esforços comerciais mais abrangentes, a Nasa vem trabalhando com a iniciativa privada para desenvolver serviços de transporte humano ao espaço, bem como uma economia robusta na baixa órbita da Terra, que permitem que a agência se concentre na construção de transportes e foguetes para missões mais aprofundadas na Lua e em Marte”.

Recentemente, a empresa conduziu (depois de inúmeros adiamentos) a missão Crew-3, que levou à ISS os astronautas norte-americanos Raja Chari, Thomas Marshburn e Kayla Barron, ambos da Nasa, e o alemão Matthias Maurer, da ESA. Alguns dias antes, as agências e a companhia fizeram o retorno da missão Crew-2, na qual estavam a bordo os norte-americanos Shane Kimbrough e Megan McArthur (Nasa), o japonês Akihiko Hoshide (da agência espacial japonesa, Jaxa) e o francês Thomas Pesquet (ESA).

Sobre a Crew-4, o anúncio oficial serviu apenas para confirmar a nomeação de Jessica Watkins na missão, já que Lindgren, Hines e Cristoforetti foram originalmente confirmados, respectivamente, em fevereiro e maio deste ano.

Segundo o comunicado da Nasa, a Crew-4 partirá do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, em um foguete Falcon 9, assim como foi feito nas missões anteriores. A previsão de duração é de seis meses.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!