Estreou nesta sexta-feira (19) a série ‘A Roda do Tempo’, mais um produto original da plataforma de streaming Amazon Prime Video. Logo de cara, o serviço disponibilizou três episódios da adaptação dos livros de Robert Jordan. Os outros capítulos serão lançados a cada sexta-feira, com o final da primeira temporada programado para o dia 24 de dezembro, véspera de Natal, totalizando oito episódios. 

Logo de cara, o público é apresentado a Moiraine, personagem de Rosamund Pike. Em seguida, aos poucos, vai sendo introduzido a cada um dos cinco jovens dos quais ela espera encontrar o profetizado Dragão Renascido, que vai salvar a humanidade. Ou destruí-la.

publicidade

Leia mais:

Como uma expectadora que cresceu procurando exemplos fortes de lideranças femininas, ‘A Roda do Tempo’ traz alguns interessantes. Naquele mundo, a magia pode ser manipulada apenas por mulheres. E confesso que uma cena do começo em que uma dessas personagens poderosas age com um pouco de tirania subverte a expectativa. Por mais que dê pena da vítima, é curioso ver a bruxa não ser queimada.

Há outros momentos que demonstram a sororidade, com frases de efeito que valem a pena anotar. “Ser mulher é sempre estar sozinha. E nunca estar sozinha” é uma dessas. Pode também guardar aí “Guerras são só idiotas lutando contra idiotas por causas idiotas”.

‘A Roda do Tempo’, porém, peca um pouco quando o assunto é a qualidade dos efeitos visuais. Só para citar de exemplo, há uma cena ainda no primeiro episódio em que um dos monstros é morto pelo poder de Moiraine e a imagem é bastante tosca. Não vamos nem entrar no que acontece depois.

No fim das contas, a série pode ser algo para ver despretenciosamente. Claro, se você não for fã da saga de livros. Nesse caso, acredito fortemente que a experiência é completamente diferente.

Roda do Tempo - Rosamund Pike
Rosamund Pike protagoniza ‘A Roda do Tempo’. Imagem: Amazon Prime Video/Divulgação

Isso, inclusive, é algo que pode levar dificuldade para alguns espectadores, principalmente aqueles que gostam de conhecer a história que está sendo adaptada. Memorizar os nomes da mitologia do mundo de ‘A Roda do Tempo’ leva alguns episódios. Mas, calma. Não é nenhuma falha grave de caráter não conhecer os livros, afinal a saga chegou ao Brasil há relativamente pouco tempo.

Originalmente, os livros foram publicados de 1990 a 2013, com 14 volumes. Robert Jordan escreveu a saga até 2007, quando faleceu. Ele pediu que Harriet McDougal, sua esposa e editora, encontrasse um escritor para terminar ‘A Roda do Tempo’, tarefa delegada a Brandon Sanderson, que terminou os três últimos livros.

A série literária indicada ao Prêmio Hugo e com mais de 90 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, porém, só chegou ao Brasil em 2008. Os dois primeiros livros foram publicados até 2010. Só em 2013 a editora Intrínseca passou a disponibilizar a saga. Até agora, sete volumes estão disponíveis em português.

Confira trailer de ‘A Roda do Tempo’:

A adaptação tem como showrunner e produtor executivo Rafe Judkins. Os outros produtores executivos são Larry Mondragon, Rick Selvage, Mike Weber, Ted Field, Darren Lemke Marigo Kehoe e Uta Briesewitz. Esta última é a diretora dos dois primeiros episódios. A atriz Rosamund Pike é também uma das produtoras. Antes mesmo da estreia, a produção foi renovada para uma segunda temporada. 

O elenco tem ainda Daniel Henney como al’Lan Mandragoran, Josha Stradowski como Rand al’Thor, Marcus Rutherford como Perrin Aybare, Zoë Robins como Nynaeve al’Meara, Barney Harris como Mat Cauthon, Madeleine Madden como Egwene al’Vere, Michael McElhatton como Tam al’Thor e Álvaro Morte como Logain Ablar.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!