A Áustria é o primeiro país da União Europeia a voltar ao lockdown para conter o aumento de casos de Covid-19. Nas últimas semanas, o país estava restringindo a circulação apenas de quem não estava vacinado. Agora, a partir da próxima segunda-feira (22), a regra vale para toda a população.

O anúncio foi feito pelo chanceler Alexander Schallenberg nesta sexta-feira (19). Além do isolamento total, a vacinação contra a doença agora vai passar a ser obrigatória a partir de fevereiro de 2022.

publicidade

“Ninguém quer um lockdown, um lockdown é um último recurso, um instrumento agressivo, é sempre uma imposição, mas é o instrumento mais confiável que temos para impedir essa quarta onda”, explicou o ministro da saúde, Wolfgang Mückstein.

Lockdown na Áustria contra Covid-19

A Áustria está atualmente com 66% da população totalmente imunizada, uma das taxas mais baixas de toda União Europeia, é esperado que o lockdown para não vacinados, decretado nos últimos dias, ajude a aumentar esse número.

O governo disse que registrou um aumento de pessoas marcando para serem vacinadas. Apesar disso, ainda vai demorar para que o público que está recebendo as doses apenas agora esteja totalmente imunizado.

Além da Áustria, outros países da União Europeia como Alemanha e Grécia também registram um aumento de casos de Covid-19 e não descartam lockdown, apesar de nenhum anúncio nesse sentido ainda ter sido feito.

diretor da OMS para a Europa, Hans Kluge, disse em coletiva que “estamos, mais uma vez, no epicentro”. Ele ainda destaca que com o ritmo atual podemos ter “outro meio milhão de mortes de Covid-19” em fevereiro.

A OMS ainda explicou que na Europa, as taxas de internação hospitalar foram maiores em países onde menos pessoas foram vacinadas contra a Covid-19. O órgão também destaca que o relaxamento das medidas de contenção estão contribuindo para o aumento de casos.

Leia também!

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!