Uma nova atualização do beta do Google Chrome indica que a opção de apagar cookies individuais em cada site pode estar a caminho para todos os usuários.

Agora, as seções de Privacidade e Segurança do navegador terão uma seção mais linear, que permitirá a possibilidade de apagar dados coletados por cada um dos sites. O recurso deverá entrar em vigor a partir da versão 97 do browser da Alphabet.

publicidade

Para se ter uma dimensão, os cookies são ferramentas de rastreamento que avaliam as seções e páginas que um usuário interage ao navegar por determinados sites. Através deles, é possível lembrar dados e otimizar o acesso de alguns serviços e endereços, então seu uso não é completamente nefasto.

Porém, o problema começa com os cookies usados em publicidade. Neste caso, os dados coletam desde localização e hora de acesso até as ferramentas de interação para constituir um apanhado do comportamento digital. Especialmente interessante para o mundo publicitário, estas informações podem ser usadas de maneiras invasivas — sendo consideradas um risco à privacidade.

Chrome também dará mais gestão a cookies para desenvolvedores

Ao mesmo tempo, a atualização do Google também modificam as DevTools — o kit de ferramentas do Chrome para desenvolvedores —, ampliando os ajustes finos de cookies individuais.

“Acreditamos que simplificar os controles granulares nas Configurações cria uma experiência mais clara para o usuário”, afirmam os desenvolvedores responsáveis em uma publicação no blog oficial.

Segundo eles, isso veio para evitar que a exclusão completa reduza problemas de usabilidade. Muitos sites dão apenas a opção de recusar todos os cookies, incluindo os de performance, o que pode até mesmo estragar a performance de um site.

“Ao fornecer aos usuários a habilidade de apagar cookies individuais, eles podem acidentalmente modificar os detalhes de implementação do site e, potencialmente, estragar a experiência naquele endereço, o que pode ser difícil de se prever. Usuários ainda mais capazes correm o risco de comprometer um pouco da proteção de suas privacidades, ao presumir incorretamente o propósito de um cookie.”

Imagem: Reprodução/Olhar Digital

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!