Na última sexta-feira (19), a ilha de La Palma foi sacudida pelo maior terremoto desde o começo da erupção do vulcão Cumbre Vieja, exatamente dois meses antes. O abalo chegou a ser sentido em Tenerife, que fica a mais de 251 km de distância.

Lava do vulcão Cumbre Vieja avança, destruindo casas na ilha canária de La Palma. Maior terremoto desde o início da atividade foi sentido na última sexta-feira (19). Imagem: AP Photo / Emilio Morenatti

De acordo com o Instituto Geográfico Nacional (IGN), a intensidade do terremoto, que começou à 01h08 pela hora local (22h08 do dia anterior, pelo horário de Brasília) esteve entre a magnitude 5 e 5,1. Ainda segundo o órgão, o movimento sísmico ocorreu a uma profundidade de 37 km a sudoeste de Mazo. 

publicidade

Conforme ressalta o site MetSul, esse foi mais um terremoto de uma sequência de eventos de magnitude igual ou superior. O primeiro abalo de magnitude 5 foi observado às 7h24 do dia 30 de outubro, a 35 km de profundidade. O segundo, às 15h52 do dia seguinte, a 45 km de profundidade. No dia 11 de novembro, às 3h37, houve abalo de mesma intensidade a 37 km de profundidade. E o mais recente deles ocorreu às 6h56 do dia 13 de novembro, a uma profundidade de 38 km. 

Leia mais:

Danos em La Palma causados pelo vulcão podem passar de €1 bi

Segundo o mais recente levantamento feito pelo Governo das Ilhas Canárias, os danos públicos e privados causados ​​pelo vulcão em La Palma já chegam a 906 milhões de euros. Isso não inclui os danos às redes elétricas, os bens e infraestruturas do Estado nem o custo da intervenção da administração central, o que levaria o prejuízo a mais de um bilhão de euros. 

Mais de 1,6 mil casas e prédios já foram destruídos pela lava, de acordo com o Sistema Copernicus, da União Europeia (UE). Até agora, foi divulgada apenas uma morte relacionada ao vulcão.

Essa é a primeira erupção em La Palma desde outubro de 1971, quando o vulcão Teneguía expeliu sua lava durante três semanas. O Cumbre Vieja, vulcão mais ativo das Ilhas Canárias, também entrou em erupção em 1585, 1646, 1677, 1712, 1949 e 1971.

Estimativas dão conta de que duração da atual erupção pode passar de 80 dias.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.