A Black Friday é o período mais esperado pelo setor do varejo e seus consumidores, tendo se consolidado de tal forma a ponto de ultrapassar as expectativas, volume de vendas e faturamento, inclusive, do Natal. Corroborando com o sucesso visível da data, estudos também já mostraram a ascensão da campanha ano após ano e, ao que tudo indica, a Black Friday 2021 não será diferente.

Contudo, você e seu negócio estão preparados para a data que pode dar uma virada no lucro anual da sua empresa?

publicidade

Um levantamento da Meliuz mostrou que comprar um produto de desejo é a principal motivação para 63,9% dos consumidores. Ou seja, uma má experiência na hora de fechar o negócio pode ser decisivo para que ele escolha a concorrência. Segundo Eduardo Camasmie, diretor da Insert Payments, grupo especializado em oferecer soluções e serviços para os mercados de meios de pagamentos, financeiro e varejo, definitivamente foi-se o tempo em que o brasileiro só se importava com os descontos: “oferecer segurança, facilidade e, principalmente, disponibilidade, se tornou um enorme diferencial.”

Leia mais!

Para o especialista, inclusive, a preparação para a Black Friday pode se concentrar em três perguntas básicas, são elas: o seu empreendimento está preparado para o pico de acessos simultâneos? Seu sistema comporta o alto volume de transações? Seus parceiros de tecnologia e serviços estão prontos?

Ou seja, a atenção não pode estar apenas no marketing, mas na infraestrutura de tecnologia a fim de evitar qualquer tipo de problema técnico, como lentidão, instabilidade ou indisponibilidade nos serviços, afete a operação, resultando na insatisfação do cliente e perda da venda.

Black Friday
Black Friday: disponibilidade é fator determinante para o sucesso, diz especialista. Imagem: Paper Wings/Shutterstock

“A infraestrutura não pode ser um gargalo para o sucesso corporativo. Como profissional experiente do mercado, tenho atuado em inúmeros projetos há mais de 30 anos, vários deles ligados diretamente a disponibilidade e desempenho de serviços e tecnologia. O investimento para montar um hub desse tipo é alto e, para mantê-lo, os custos recorrentes são muitas vezes agressivos. Por isso, sempre recomendo buscar um parceiro que possa assumir esse tipo de serviço que, definitivamente, não faz parte do seu core business. E ao entender o seu próprio negócio, será mais fácil descobrir até onde se pode chegar, identificar pontos fracos e impulsionar melhorias que vão garantir um crescimento saudável para a sua empresa e diferenciá-la frente a concorrência”, orientou Camasmie.

Ainda de acordo com o diretor, a chave do sucesso na Black Friday também está na resolução rápida de problemas, como um gerenciamento de crise. Ter disponibilidade na resolução – seja de problemas técnicos ou no atendimento – é um “fator determinante” para esse e outros momentos da operação.

“Quando você passa por alguma instabilidade, a pior coisa é você não saber o que aconteceu e nem mesmo o que fazer para restaurá-lo, ou ainda, se irá se esse problema irá se repetir e quando, concorda? A gestão de eventos, o monitoramento e a gestão de incidentes são itens chave para a tomada de ação rápida e assertiva. Quando você tem as métricas conhecidas e relevantes exibidas bem ali em sua frente, em dashboards inteligentes e em tempo real, além de uma equipe capacitada e pronta para te atender 24 horas por dia, sete dias por semana, estabilidade, previsibilidade e performance vêm junto. A disponibilidade deve ser tão importante para a sua estratégia de atuação quanto o estoque, a logística etc.”, afirmou.

Pensando em ajudar não apenas o consumidor, mas o empresário, o Olhar Digital tem disponibilizado diversas dicas e materiais para que você possa aproveitar ao máximo da Black Friday, desde o gerenciamento de redes sociais e seus conteúdos até a indicação de boas promoções e novidades sobre a campanha.

Recentemente, por exemplo, divulgamos seis dicas para uma melhor abordagem nas redes sociais e também como você pode descobrir se está ou não de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Tendências para a data no ano de 2021 também podem ser conferidas por aqui.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!