A série sul-coreana original Netflix ‘Round 6’ é um sucesso em quase todo o mundo. Quase. No vizinho do país de origem da produção, ‘Jogo da Lula’, como é conhecida em vários outros idiomas, incluindo o coreano, é proibido por lei na Coreia do Norte, assim como tudo que vem de países capitalistas, principalmente Estados Unidos e Coreia do Sul.

Foi lá, o país mais fechado do mundo, que um homem foi condenado à morte por causa da série. De acordo com o portal da Radio Free Asia (RFA), ele contrabandeou e vendeu cópias de ‘Round 6’ em pen drives. As autoridades chegaram no contrabandista após sete estudantes de ensino médio serem pegos assistindo ao programa.

publicidade

Leia mais:

Ainda segundo a rádio, o homem será executado por um pelotão de fuzilamento. Um dos alunos que comprou a cópia da série foi condenado à prisão perpétua. Os outros seis foram condenados a cinco anos de trabalhos forçados. Os professores e administradores da escola em que o grupo estudava foram demitidos e podem ser banidos, podendo ter que trabalhar em minas remotas.

Cópias de ‘Round 6’ chegara à Coreia do Norte mesmo com os esforços das autoridades para impedir sua entrada. A série da Netflix se espalhou entre a população através dos pen drives e também de cartões SD. A produção chama bastante atenção, segundo a RFA, principalmente entre os norte-coreanos que realizam trabalhos arriscados e inseguros.

“Isso tudo começou na semana passada, quando um estudante do ensino médio comprou secretamente uma unidade flash USB contendo o drama sul-coreano ‘Round 6’ e assistiu com um de seus melhores amigos na classe. O amigo contou a vários outros alunos, que se interessaram, e eles compartilharam o pen drive com eles. Eles foram capturados pelos censores em 109 Sangmu, que receberam uma denúncia”, disse uma fonte da polícia na província de North Hamgyong ao Serviço Coreano da rádio.

Os censores integram o governo e pegam materiais ilegais. A prisão dos sete estudantes é a primeira vez que a lei de Eliminação do Pensamento e Cultura Reacionários, promulgada em 2020, é aplicada. A pena máxima é a de morte.

Round 6
‘Round 6’, assim como tudo que vem da Coreia do Sul, é proibida na Coreia do Norte. Imagem: Youngkyu Park/Netflix

A fonte explicou ainda que os alunos serão interrogados sem piedade, pois as autoridades da Coreia do Norte querem descobrir como ‘Round 6’ passou pela fronteira fechada por causa da pandemia da Covid-19. Depois de prender os jovens, o governo iniciou uma busca nos mercados para encontrar dispositivos contendo a série.

A RFA continua explicando que nem todos os alunos que assistiram foram apreendidos. Um dos jovens vem de uma família mais abastada e os pais subornaram as autoridades com cerca de US$ 3 mil para evitar sua punição.

‘Round 6’ é a produção original Netflix mais popular da história da plataforma de streaming. Ela está há dez semanas no topo, agora em 82 países e territórios. Só esta semana, de acordo com o site Top 10, da própria plataforma de streaming, o seriado teve 30,4 milhões de horas assistidas. Nas primeiras quatro semanas, ela teve 1,65 bilhão de horas assistidas.

‘Jogo da Lula’ tem nove episódios em sua primeira temporada. Nela, 456 pessoas competem por um prêmio de 45,6 bilhões de wons, ou R$ 208,5 milhões em um jogo cheio de brincadeiras infantis mortais. A realização da segunda temporada da produção já foi confirmada por Hwang Dong-hyuk, que além de criar é também diretor e roteirista da série. A Netflix, porém, ainda não anunciou oficialmente a sequência.

Via: Radio Free Asia

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!