Na terça-feira (23), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) inaugurou um novo laboratório para auxiliar o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) no controle de qualidade das vacinas e outros produtos de seu portfólio. A construção durou sete meses e o objetivo é suprir o aumento da demanda dado pela produção da vacina contra a Covid-19.

Localizado no Complexo Tecnológico de Vacinas (CTV), o Laboratório Físico-químico (Lafiq) representa a chegada à “última fase do planejamento de internalização da produção da vacina Covid-19 em parceria com a AstraZeneca“, de acordo com o diretor de Bio-Manguinhos/Fiocruz, Mauricio Zuma.

publicidade

Ele também disse que “foi um trabalho muito árduo, com muitas etapas cumpridas, e agora nós finalizamos aumentando a nossa capacidade de controle de qualidade”. Já que o instituto trabalha na incorporação da tecnologia da vacina contra Covid-19 desde que assinou o contrato com a farmacêutica europeia, em 2020.

médica segura três doses de vacina contra Covid-19
Imagem: Shutterstock

Além disso, já foi concluída a produção de cinco lotes de IFA nacional, em que quatro foram liberados internamente e se encontram em estudos de comparabilidade no exterior, enquanto os outros três lotes se encontram em processamento.

A Fiocruz explicou que o controle de qualidade para a liberação de um lote de vacina contra Covid-19 com IFA importado precisa de 151 análises físico-químicas. Por isso, o novo laboratório “vem dar sustentabilidade à etapa de controle de qualidade, considerando todo o portfólio de vacinas produzidas pelo instituto”. 

Leia também!

Antes da pandemia, Bio-Manguinhos produzia 120 milhões de vacinas de diferentes tipos para disponibilização gratuita no Sistema Único de Saúde, no período de um ano. Em 2021, as mesmas vacinas continuaram a ser produzidas, somando com 135 milhões de doses da vacina contra a Covid-19.

Isso fez com que tivesse um aumento na produção de vacinas e que o número de análises físico-químicas nas doses prontas fosse de 2,6 mil, em 2020, para 5 mil, nos primeiros 10 meses de 2021. 

Fonte: Agência Brasil

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!